O quente das academias

por Blima Bracher 25/02/2013 09:38

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Samuel Gê, Pedro Nicoli
Carolina de Paula, praticante do TRX: “Consegui mais força do que em qualquer outra atividade” (foto: Samuel Gê, Pedro Nicoli)

Nas alturas

 

O que é: Treinamento Suspenso ou TRX, técnica que trabalha os grupos musculares usando a gravidade, movimentos funcionais e o peso do próprio corpo. É possível gerar estímulos neuromusculares em um formato dinâmico, que trabalha vários objetivos ao mesmo tempo. Os exercícios são realizados com uma fita de náilon presa a uma estrutura de ferro reforçada. A sobrecarga fica por conta do peso corporal de cada um e da inclinação no momento da atividade
Indicação: trabalha força, resistência, flexibilidade, hipertrofia e a região do core, musculatura responsável por manter a coluna e a postura
Duração da aula: 30 minutos
Gasto calórico: varia para cada pessoa
Onde fazer: Academia Malhação

 

O carnaval passou e agora não tem mais desculpa: é hora de cumprir aquela velha promessa e se matricular em uma academia. Afinal, atividade física melhora o humor, a disposição e é essencial para a saúde. Os mais antenados estão sempre de olho nas novas modalidades: “Procuro estar sempre atualizada sobre isso, não só por causa da minha profissão, mas porque este ano resolvi focar na melhora do meu condicionamento físico e também quero emagrecer”, diz a publicitária Daniela Hissa, de 27 anos. Há dois meses ela frequenta as aulas de jump temático da Rio Sport Center. “Não perco uma, pois a música dá uma empolgação extra. Entro seca e saio pingando”, conta ela, que já notou melhora na disposição e no preparo físico.“As coreografias são adaptadas para serem dançadas sobre a plataforma do jump”, diz a professora Lívia Henriques. E nem adianta alegar falta de tempo: a academia tem aulas de 45, 30 e até mesmo de 15 minutos, como a localizada de abdominal.

 

A mulherada invadiu de vez também as aulas de lutas marciais. De tão procurado pelo público feminino, o muay thai, também na Rio Sport Center, ganhou equipamento adaptado para elas. Afinal, vale tudo para derreter a gordurinha localizada, enrijecer o corpo e, de quebra, aprender técnicas de defesa pessoal. Marana Bispo, de 21 anos, é modelo e precisa do corpo em dia para as fotos e desfiles: “Escolhi a luta porque é uma atividade que queima muita caloria sem ser entediante. No treino, mando o estresse embora”, diz. Entre um soco e outro, as mulheres vão descarregando energia e em algumas turmas já são maioria, sob a supervisão do professor Fred Motta.

 

Foi também para os fãs de lutas que surgiu o MMS, abreviatura para Mixed Martial Fitness. “É como se fosse a preparação para uma luta, mas sem o confronto”, explica o professor Enzo Silveira, da academia Pelé Sport Club. Como os movimentos são feitos individualmente, cada aluno pode receber um tratamento mais personalizado, de acordo com o grau de aptidão. Uma das mais adiantadas é a advogada Alexia Rigotti, de 35 anos, que chegou em busca de definição muscular, mas, de quebra, ganhou mais reflexo, explosão nos movimentos e equilíbrio. “Me apaixonei pela aula”, diz ela.

 

Para quem quer sair do tatame e decolar nas alturas, a indicação é o treinamento suspenso ou TRX. Acostumada a outras modalidades, a personal trainer Carolina de Paula Wendling, de 26 anos, resolveu experimentar:  “Consegui mais força do que em qualquer outra atividade, além de maior estabilização do tronco, já que consigo manter o movimento sem perder a direção”, explica. Essa maior estabilidade é efeito justamente do trabalho reforçado na região do “core”,  musculatura que apoia a coluna.

 

A ideia de usar o próprio condicionamento físico para dosar a atividade é também o princípio do gymstick, aula de localizada desenvolvida com um bastão de fibra com dois elásticos, um em cada lateral.  A aluna Simone Cabral aderiu ao treino, sob a supervisão da professora Nilza Rufino, na Companhia Athletica. “É ótimo para a postura e os resultados são surpreendentes”, diz a professora.

 

Gastar muitas calorias em pouco tempo é também vantagem do cycling club da academia By Japão. O treinamento de ciclismo é feito ao ar livre. Mas se a chuva impedir de pedalar na rua ou trilhas, a aula pode ser praticada indoor. Janaína Goston, 35 anos, doutora em saúde pública e nutricionista da área esportiva, é fã e segue planilha de treino preparada exclusivamente para ela, pelo professor Yan Japão. “Tem a vantagem da natureza nas trilhas ou da paisagem urbana nas ruas. Com o vento e o dinamismo do circuito, não sentimos tanto o esforço”, diz Janaína.

 

As tradicionais aulas de circuito que viraram febre nas academias também foram turbinadas. Na Alta Energia, o circuito funcional tornou-se divertida aula coletiva, “com base em tarefas funcionais”, explica o professor Igor Ivan Martins. Foi exatamente esse caráter divertido e dinâmico que chamou a atenção da aluna Nathália Soares, de 23 anos. “Não vejo o tempo passar e acho interessante, porque trabalha a parte aeróbica e vários grupos musculares em uma aula só”, diz a advogada, que alcançou mais equilíbrio e melhor postura.

 

Já na Fórmula Academia de BH, o circuito de estações do professor Romney Esteves é dos mais procurados. A empresária Cláudia Adaid, de 48 anos e mãe de dois filhos, é adepta dos exercícios duas vezes por semana. Em apenas seis meses, sentiu a diferença. “Meu corpo mudou. É melhor que musculação, pois combina aparelhos, acessórios e aeróbica. É uma aula muito empolgante e o resultado, duradouro: fiquei 25 dias viajando e, pela primeira vez nas férias, não perdi tônus muscular”, diz Cláudia.

 

Bárbara Zanetti e Marana Bispo aprovaram as aulas de muay thai com equipamentos adaptados para mulheres: “O treino manda o estresse embora”, diz Marana, que é modelo e precisa do corpo em dia

 

Elas vão à luta

 

O que é: muay thai com adaptações para mulheres. Por causa da grande procura da aula por elas, o treino foi reformulado com aparadores, utilizados no lugar dos sacos de pancada (mais pesados), e mais atividades em dupla

Indicação: definição muscular, defesa pessoal, enrijecimento dos braços e pernas. A aula é indicada também para homens (sem o equipamento adaptado)
Duração da aula: 1h
Gasto calórico: depende do esforço e das condições de cada aluno, podendo a frequência cardíaca atingir até 85% da capacidade máxima
Onde fazer: Rio Sport Center

 
 

Simone Cabral aderiu ao gymstick: a modalidade trabalha condicionamento e postura

 

Estica e puxa

 

O que é: gymstick, aula de localizada feita com um bastão de fibra com dois elásticos, um em cada lateral. Os movimentos exigem mudanças de direção e equilíbrio. A intensidade do treino é regulada individualmente
Indicação: condicionamento muscular e físico, equilíbrio e postura, melhora cardiovascular e queima calórica
Duração da aula: 1h
Gasto calórico: varia de acordo com a intensidade com a qual o aluno realiza os exercícios, podendo ir de 400 a 600 calorias por aula
Onde fazer: Companhia Athletica

 
 

Janaína Goston e Aline Couto na aula de ciclismo indoor: as planilhas de treino são individualizadas

 

Para os fãs da “magrela”

 

O que é: cycling club, aula que mistura técnicas de mountain bike e ciclismo urbano. O aluno aprende
a pedalar com segurança e a usar corretamente a relação de marchas da bicicleta em terrenos variados (subida, descida e plano)
Indicação: melhora do condicionamento físico e mental, ao ar livre. A aula é indicada para amantes do ciclismo e atletas, com a finalidade de expandir o uso da bicicleta tanto como meio de transporte quanto para competição
Duração da aula: 1h
Gasto calórico: de 600 a 1.000 calorias por aula
Onde fazer: By Japão

 
 

A publicitária Daniela Hissa Latorre segue coreografia embalada por hits de sucesso: “Saio daqui pingando”

 

Ritmo de balada

 

O que é: jump temático, aulas sobre a plataforma de jump ao ritmo de hits musicais do momento, como  Naldo, Cláudia Leite, Ivete Sangalo e Gustavo Lima, e coreografias adaptadas
Indicação: atende a homens e mulheres que têm interesse em atividade aeróbica, treinamento cardiovascular, emagrecimento e coordenação motora. Aula lúdica e sem impacto
Duração da aula: 30 ou 45 minutos
Gasto calórico: vai depender do esforço e das condições de cada aluno. Pode-se ir de 70% até 90% da frequência cardíaca máxima
Onde fazer: Rio Sport Center

 
 

A advogada Nathália Soares escolheu o circuito funcional para manter a forma e melhorar a postura, com a supervisão do professor Igor Martins: “Não vejo o tempo passar”

 

Sem contraindicação

 

O que é: circuito funcional, aula coletiva que utiliza o método de circuito com base nas tarefas funcionais. As atividades são de fácil assimilação e complexidade técnica, misturando trabalho muscular e exercícios aeróbicos
Indicação: pode ser praticado em qualquer idade, desenvolvendo a capacidade cardiovascular e motora, favorecendo a perda de peso
Duração da aula: 45 minutos
Gasto calórico: variável de acordo com as características individuais dos alunos, podendo chegar a 600 calorias por aula
Onde fazer: Alta Energia

 
 

A advogada Alexia Rigotti queria definição muscular, mas, de quebra, ganhou reflexo e equilíbrio: “Me apaixonei pela aula”

 

Como nos ringues

 

O que é : Mixed Martial Fitness (MMS), aula que mistuta fitness com movimentos de lutas como MMA, jiu jitsu e muay thai
Indicação: perda de gordura; ganho de força e resistência muscular; trabalho de equilíbrio, explosão, reflexo, coordenação motora e noções de defesa pessoal. Não indicado para pessoas com algum tipo de lesão que impossibilite os movimentos, como lesões no ombro e coluna. O aluno aprende noções de autodefesa
Duração da aula: 45 minutos
Gasto calórico: a aula tem grande diversidade de exercícios,
o que leva a uma flutuação em gasto calórico. A perda oscila entre 300 e 600 calorias, dependendo do desempenho do aluno
Onde fazer: Pelé Sport Club

 
 

Últimas notícias

Comentários