O cachorro tem telefone?

A boa e velha cantada ainda é meio caminho andado para uma conquista? Encontro ouviu cinco mulheres que falaram de qual assédio não se esquecem

por Daniela Costa 20/03/2013 13:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Samuel Gê
Glenda Magalhães, 25 anos, empresária, solteira: "Tropecei em uma calçada e então veio um homem todo solícito e me perguntou: 'Meu bem, tem certeza de que não se machucou?'. Eu disse que estava bem, e ele aproveitou para completar: 'Não pergunto pelo tropeção, é que achei que você tinha caído do céu'. A situação e a maneira como ele falou foram engraçadas." (foto: Samuel Gê)

Em campo, Fred é um craque e trata muito bem a bola. Fora dele, o artilheiro do Fluminense também mostra que não perde tempo. Depois de um papo rápido no trânsito de Belo Horizonte, ele ganhou um beijo da motoqueira Izabela Araújo e encerrou o lance com uma cantada e tanto: “O que você faz... além de sucesso?”.

O vídeo, que foi gravado por um amigo do jogador em plena avenida Tereza Cristina, fez muito sucesso no YouTube. Mas a superexposição gerou tensão e ameaças – no fim das contas, porém, tudo terminou bem e a moça até foi alçada ao posto de “celebridade”. E trouxe também de volta uma antiga questão: a boa e velha cantada ainda é meio caminho andado para uma conquista?

As mulheres não têm dúvidas: tudo tem de ser feito na medida certa, nem mais nem menos. É como diz a empresária Glenda Magalhães, que revela o que torna um xaveco eficiente. “Se te fizer sorrir, é uma boa cantada”, garante.

Entre versos e frases feitas, a conquista entre homens e mulheres mudou ao longo do tempo. “Conquistar uma mulher significava lutar para ter algo muito precioso, já que a sociedade valorizava a virgindade, e a aproximação entre os sexos opostos tinha o intuito de construir uma família”, diz Luiz Cláudio de Araújo, psicólogo da área comportamental. Com a emancipação feminina, as mulheres perderam o medo e assumiram uma postura mais moderna. Resultado: também partiram para a luta e tornaram-se mais críticas quando são alvo de cantadas. Confira!

Samuel Gê
(foto: Samuel Gê)


Samuel Gê
(foto: Samuel Gê)


Roberto Rocha
(foto: Roberto Rocha)


Samuel Gê
(foto: Samuel Gê)

Últimas notícias

Comentários