Salvem as árvores

por Rafael Campos - Revista do Correio 20/03/2013 14:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
João Carlos Martins
(foto: João Carlos Martins)
Os belo-horizontinos estão apreensivos com o possível desaparecimento dos tradicionais fícus, que durante anos embelezaram a avenida Bernardo Monteiro, no bairro Santa Efigênia, região Leste de Belo Horizonte. A ameaça tem nome e está tirando o sono dos técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente: mosca-branca-dos-ficus (Singhiella sp.). Cerca de 50 espécies já foram mutiladas na tentativa de frear o avanço da praga. Resta apenas torcer para que se descubra logo um inseticida e se preserve uma das principais regiões arborizadas da cidade. Afinal, não é por acaso que BH é conhecida pelo título de cidade jardim.

Geraldo Goulart
(foto: Geraldo Goulart)


Obra da catedral

Domingo, 7 de abril. A data vai marcar o início das obras da Catedral Cristo Rei, na avenida Cristiano Machado, no bairro Juliana, em BH. Será um dia de festa para a igreja e para os fiéis, que assistirão, no terreno da futura catedral, à missa celebrada pelo arcebispo metropolitano Dom Walmor Oliveira de Azevedo. A obra, orçada em R$ 100 milhões, será custeada por doações, sendo que 16% dos recursos já foram angariados. Segundo a arquidiocese, o novo espaço, que leva a assinatura do arquiteto Oscar Niemeyer, vai abrigar cerca de 20 mil fiéis numa área de 22 mil m2, com duas torres de 100 m de altura e uma cúpula de 60 m de diâmetro. A previsão inicial é de que as obras terminem no próximo ano.

Reprodução
(foto: Reprodução)


Destino incerto

Há quase 70 anos como sede do sindicato dos jornalistas profissionais de Minas Gerais, a Casa do Jornalista, localizada na avenida Álvares Cabral, 400, no Lourdes, pode ser demolida para a construção de um moderno edifício, projetado pelo arquiteto Gustavo Penna. A ideia se arrasta há 32 anos e agora pode sair do papel, se houver aprovação da categoria, que será consultada nos próximos dias. De acordo com o projeto, o edifício será suspenso para a criação de uma praça pública que ficará entre a avenida Álvares Cabral e a rua Espírito Santo.










Eugênio Gurgel
(foto: Eugênio Gurgel)


Vende-se aqui?

Só este ano, cerca de 250 cartazes irregulares foram retirados e mais de 90 postes limpos apenas na região Centro-Sul da cidade, de acordo com a PBH. Mas parece que a poluição visual de BH não tem limites, apesar da multa de R$ 2.556,35 prevista no Regulamento de Limpeza Urbana. Um curioso exemplo é esta faixa em poste, flagrada na avenida do Contorno, esquina com rua Leopoldina, no Santo Antônio. O anunciante resolveu divulgar a oferta de um apartamento com os seguintes dizeres: “Vendo apto. neste local”. Mas não existe nenhum terreno ou obra e sequer alguém para prestar informações no local. Há apenas sacos de lixo.

Últimas notícias

Comentários