De casa nova

por Augusto Franco 09/05/2013 12:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Eugênio Gurgel
(foto: Eugênio Gurgel)
Ele é um chef andorrano (nasceu no principado de Andorra, na divisa da Espanha com a França), mas se casou com uma mineira e mora em BH há três anos. Depois desse tempo trabalhando em Lourdes, nos restaurantes A Favorita e Mes Amis, Eric Marty (dir.) se mudou para o Anchieta, onde abriu em sociedade com o uruguaio Luis Germano Andrade (esq.) o Empório 10 Landes. É um bar com tira-gostos tradicionais, mas com toque clássico. No endereço, a avenida Francisco Deslandes, 10, funcionou o La Milonga (gastronomia portenha), que fechou em 2012. A decoração mudou pouco, mas o cardápio foi todo reformulado e vai incorporar, a partir de junho, sugestões do dia. O joelho de porco (R$ 38, para três pessoas) é confitado antes de ir à mesa. A língua de boi (R$ 25) é feita no vinho branco com ervas. “Era a hora de ter meu próprio negócio. Encontramos o ponto e já temos fila em alguns dias”, comemora Marty.

Pedro Nicoli
(foto: Pedro Nicoli)
Italiano no forno

Forno a lenha, carta de vinhos, massas e mais de 30 variedades de pizzas. A Perfetta Pizzeria e Ristorante, que abre as portas no início de maio, na praça Alaska, no Sion, propõe-se ser uma casa de família. É o que garantem os proprietários, o casal Breno e Luciana Vianna, aficionados pelos preparos da “velha bota”. Quem comanda a cozinha é a chef Geórgia Silveira, que antes esteve à frente das caçarolas na extinta Bruscatto, no Lourdes. O imóvel, vizinho à Boca do Forno, abrigou, antes, o Boi Alaska e a unidade inicial do Inka, especializado em gastronomia peruana e japonesa.

Eugênio Gurgel
(foto: Eugênio Gurgel)
Mais quatro na parede

Já estão disponíveis para os frequentadores dos estabelecimentos da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança quatro pratos da linha 2013 de restaurantes mineiros. São eles Xapuri (ossobuco suíno com batata-doce e couve), DiVino (lombinho de porco com castanha de baru e molho de cachaça com maracujá), Patuscada (marreco à provençal com polenta trufada) e Hermengarda (arroz com polvo, queijo coalho e castanhas portuguesas). A associação surgiu em Petrópolis (RJ) em 1994, iniciativa do chef Dânio Braga. Italiano, era acostumado a inciativas semelhantes, que brotam Europa afora desde os anos 1950. Atualmente, a Boa Lembrança conta com 99 filiados, em todas as regiões do país. Em Minas são 15, dos quais 12 em Belo Horizonte. Fora da capital, pode-se levar o pratinho para casa depois de cear no Virada’s do Largo (Tiradentes), DiVino e La Victoria (ambos em Nova Lima).

Divulgação
(foto: Divulgação)
Só no Sorriso

Oriundo do universo da moda, o empresário Duda Siqueira, da risoteria Sorriso, é só alegria nos últimos dias. Depois de conversas que começaram no início de 2013, Duda adquiriu dos ex-sócios, Allysson Lessa e Manueljuvêncio Ottoni, o controle total do empreendimento, que conta com unidades no Lourdes e no Anchieta. “Foi superamistoso”, assegura. Com o fim da sociedade, os antigos parceiros voltam forças para gerir outros negócios. “São pessoas que mudaram o panorama da gastronomia em Belo Horizonte. Eles me ensinaram muito, e agora vou traçar meu próprio caminho”, diz o restauranteur, que também comanda a Casa de Música Gourmet, no Anchieta.

Leandro Bifano/Divulgação
(foto: Leandro Bifano/Divulgação)
Lounge na Savassi

Restaurante, drinqueria e lounge. A Dablio (para quem não entendeu, trata-se da letra “W” por extenso) vai funcionar na rua Levindo Lopes, entre rua Fernandes Tourinho e avenida do Contorno. As obras ainda devem se arrastar por alguns dias, mas os sócios Guilherme Cury, Heraldo Carlos, Cristiane Pádua e Wagner Pádua estão confiantes de que a inauguração ocorra até a primeira semana de junho. O chef Laurent Prous, que comandou o Chez Laurent, no Prado, é o consultor que está elaborando o cardápio, com influências contemporâneas e sotaque francês.

Últimas notícias

Comentários