Welcome to BH!

Para receber os estrangeiros durante os jogos da Copa das Confederações, hotéis investem em cursos de capacitação que focam, principalmente, o aprendizado de outros idiomas

por Igor Lage 17/06/2013 14:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Duduas Profeta
O capitão-porteiro do Ouro Minas, Evandro Silva, fala inglês, espanhol e italiano: "Os estrangeiros ficam muito satisfeitos quando são cumprimentados em seu próprio idioma" (foto: Duduas Profeta)
Nem só de guindastes, concreto e canteiros de obra se resumem os preparativos do setor hoteleiro de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014. As empresas de serviço, como hotéis, estão apostando em capacitação e treinamento dos profissionais da área, especialmente para o aprendizado de idiomas. Durante os grandes eventos esportivos que tomarão conta da capital, boa parte dos leitos de hotéis deve ser ocupada por torcedores, delegações, jornalistas e demais visitantes de outros países. Por isso, é fundamental que os hotéis estejam preparados para receber bem os futuros hóspedes.


No Ouro Minas Palace Hotel, a fluência em uma segunda língua é levada em conta na contratação de novos profissionais. “Passamos recentemente por uma auditoria do Ministério do Turismo para manutenção da classificação cinco estrelas e um dos quesitos avaliados foi a porcentagem de profissionais bilíngues em nosso quadro”, conta a coordenadora de marketing, Monaline Alvarenga. O capitão-porteiro do hotel, Evandro Silva, fala inglês, espanhol e italiano, além do português. Ele é o responsável por dar as primeiras boas-vindas aos hóspedes que chegam ao hotel. “Os estrangeiros ficam muito satisfeitos quando são cumprimentados em seu próprio idioma”, diz.


O Senac-MG é uma das principais entidades que oferece cursos de capacitação para o setor. Segundo o o assessor técnico da diretoria regional do Senac-MG , André Luiz Carvalho, entre os cursos ofertados, os de idiomas (que incluem inglês, espanhol, francês e libras) estão entre os mais procurados, principalmente por profissionais que trabalham diretamente com os turistas. “Todo o conteúdo desses cursos é focado no atendimento da área”, diz André.


A auxiliar administrativa Dilma Araújo iniciou o curso de inglês básico em dezembro do ano passado. “É preciso dedicação”, diz ela, que trabalha no restaurante do Bristol La Place.


O Senac-MG oferece regularmente cursos de capacitação, graduação tecnológica, pós-graduação e educação a distância voltados especificamente para o setor de hotelaria. Atualmente, a instituição oferta, em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) e a Secretaria de Estado Extraordinária para a Copa do Mundo (Secopa-MG), uma série de cursos adicionais, como inglês e espanhol aplicados a serviços turísticos, além de um módulo especial para agentes de segurança.


No Hotel Mercure Belo Horizonte Lourdes, foi firmado convênio com uma escola de idiomas local para oferecer aulas de inglês básico e intermediário dentro de suas instalações.  “Há um grande interesse dos funcionários em aprimorar seus conhecimentos, por isso estamos investindo nesses treinamentos”, explica a assistente de gerência da unidade, Camila Gischewski.

Últimas notícias

Comentários