Ka pítulos

11/12/2013 15:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.


Divulgação
(foto: Divulgação)

Criar expectativa é a arma de marketing que a Ford adotou para ter a atenção do consumidor e, na medida do possível, fazer com que ele adie a provável compra de um carro da concorrência para esperar a chegada do seu novo produto. Foi assim com o novo EcoSport, há dois anos, e a receita se repete agora com o Ka Concept, novo hatchback de quatro portas que a marca deve lançar ainda no ano que vem para fazer frente ao Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Fiat Palio, Volkswagen Gol, entre outros.
Apresentado como Ka Concept, o primeiro capítulo da série, que terminará com seu lançamento comercial no ano que vem, por volta de abril, teve como palco a fábrica baiana da Ford, em Camaçari, com a presença ilustre de Bill Ford, neto de Henry Ford e Chairman Executivo do grupo. Sobre o carro, além de seu visual externo, quase nada foi revelado e, para criar mais suspense, cogitou-se a hipótese de abandonar o nome Ka. Quem acompanha o tema espera ansioso por informações sobre os motores, transmissão, novo nome. Cenas que estão reservadas para os próximos capítulos.

Adeus, Fiesta Rocam

Não é segredo que a política da Ford para o Brasil é ter carros globais. É o que vem acontecendo gradativamente. É o caso do New Fiesta, do Novo Focus, do EcoSport, do Fusion, da Ranger. Hoje não são globais o Fiesta Rocam em suas versões
hatch e sedã e o Ka, que existe na Europa, mas não tem nada a ver com o nosso. A picape Courier já foi para o espaço há alguns meses e a Ford não aceita mais pedido de faturamento do Ka a partir deste mês. O Fiesta Rocam é o próximo da fila e o Ka Concept, apresentado em Camaçari, é nada mais, nada menos que o substituto do Fiesta Rocam. Ele virá também na versão sedã.

Economia radical

Economia e preservação ao meio ambiente é a ordem da vez. Ciente disso, a Volkswagen atrai os holofotes no Salão de Tóquio, ao apresentar um carro que gasta apenas 1 litro de diesel a cada 90 km rodados. Esse milagre acontece em uma versão híbrida diesel-elétrica do subcompacto Up!. Trata-se do modelo que a VW do Brasil vai fabricar no Brasil dentro em breve e será o mais importante lançamento da marca no ano que vem. Só que, aqui, como o diesel ainda é proibido por lei para carros de
passeio, teremos de nos contentar com o motor 1.0 de três cilindros a gasolina. O carro conceito apresentado no Japão, chamado de Twin-Up, tem espaço para quatro passageiros e conjunto motopropulsor híbrido plug-in (com bateria recarregável em tomada elétrica), derivado do fabricante automóvel de dois lugares da XL1, apresentado no Salão de Genebra, em março. O conjunto de propulsor inclui um motor diesel de dois cilindros e 800 cc com um motor elétrico. A transmissão é de dupla embreagem com sete velocidades. A bateria lítio-íon fica sob o assento traseiro, que avança para dentro do porta--malas. O veículo pesa 1.205 kg e o nível de emissão é de 27 g/km. A autonomia da bateria elétrica é para 50 km. A BMW apresentou à imprensa automotiva europeia o i3, primeiro veículo premium totalmente elétrico de produção em série do BMW Group. O projeto inova com a arquitetura LifeDrive, constituída por duas unidades funcionais separadas. O módulo Life superior consiste em uma célula de passageiros de alta resistência e extremamente leve, feita de plástico reforçado com fibras de carbono (CFRP). Esse conceito não só compensa o peso extra da unidade de bateria, deixando o BMW i3 com apenas 1.195 kg, mas também baixa o centro de gravidade do automóvel para tornar a sua condução mais dinâmica. O i3 tem tração traseira, potência de 170 hp e torque de 250 Nm. Acelera de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos. Sua autonomia fica entre 130 e 160 km. Se utilizados os modos de condução ECO PRO e ECO PRO+, ela pode ser aumentada em 20 km e 40 km, respectivamente. Haverá, ainda, a versão com um extensor de autonomia que contará com um motor à combustão interna de dois cilindros, 650 cm3 e 34 hp de potência, para gerar energia à bateria. As vendas do BMW i3 no Brasil devem começar no segundo semestre de 2014, revelou Carlos Cortes, gerente da BMW i no Brasil.

Divulgação
(foto: Divulgação)

Para Porsche maníacos
 
O novo Porsche 911 Turbo, comemorativo dos 50 anos da linha 911, a mais tradicional e cobiçada da marca alemã, foi lançado no Brasil durante o Auto Premium Show, exposição de veículos premium que aconteceu no fim de novembro no Jockey Club de São Paulo. A Stuttgart Sportcar, importadora oficial da Porsche no Brasil, aproveitou a exposição para celebrar os 50 anos do Porsche 911 e para exibi-lo ao lado do novo 911 Turbo e de quatro exemplares históricos do modelo, demonstrando sua evolução desde o lançamento no Salão do Automóvelde Frankfurt, em 1963.

Divulgação
(foto: Divulgação)

Brasil terá BMW elétrico

A BMW apresentou à imprensa automotiva europeia o i3, primeiro veículo premium totalmente elétrico de produção em série do BMW Group. O projeto inova com a arquitetura LifeDrive, constituída por duas unidades funcionais separadas. O módulo Life superior consiste em uma célula de passageiros de alta resistência e extremamente leve, feita de plástico reforçado com fibras de carbono (CFRP). Esse conceito não só compensa o peso extra da unidade de bateria, deixando o BMW i3 com apenas 1.195 kg, mas também baixa o centro de gravidade do automóvel para tornar a sua condução mais dinâmica. O i3 tem tração traseira, potência de 170 hp e torque de 250 Nm. Acelera de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos. Sua autonomia fica entre 130 e 160 km. Se utilizados os modos de condução ECO PRO e ECO PRO , ela pode ser aumentada em 20 km e 40 km, respectivamente. Haverá, ainda, a versão com um extensor de autonomia que contará com um motor à combustão interna de dois cilindros, 650 cm3 e 34 hp de potência, para gerar energia à bateria. As vendas do BMW i3 no Brasil devem começar no segundo semestre de 2014, revelou Carlos Cortes, gerente da BMW i no Brasil.

Últimas notícias

Comentários