O prazer de correr

Em sua nona edição, a Corrida Encontro Delas/Circuito Molico é sinônimo de saúde e bem-estar. Prepare-se!

por Daniela Costa 15/04/2014 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Samuel Gê
Carolina Nunes Pimenta já se prepara para a corrida: "Busco sempre me superar e não quero mais parar de correr" (foto: Samuel Gê)
Foi dada a largada para a nona edição da Corrida Encontro Delas/Circuito Molico, e mulher antenada não fica de fora. "Fico de olho no período das inscrições para não passar batido. Não perco uma edição", diz a veterinária Carolina Nunes Pimenta, de 29 anos. Entre um paciente e outro, um compromisso e outro, ela faz questão de programar-se para não faltar aos treinos. Com ajuda de um personal trainer, não deixa seu rendimento cair e, além de participar de um grupo de corrida, ela chega a percorrer 50 km por semana. "No começo, era difícil. Agora, busco sempre me superar e não quero mais parar de correr", conta.

O vício pela corrida tem explicação. O esporte libera no organismo a endorfina, conhecida como o hormônio do prazer. Além daquela gostosa sensação de bem-estar, ela é responsável por ativar o bom humor, aumentar a resistência e reforçar o sistema imunológico. "Correr realmente faz bem, não só pela questão estética, mas também pelo lado emocional. Praticar a atividade regularmente melhora a memória e outras funções cognitivas", diz Marcelo de Salles Pimentel, professor de educação física do Minas Tênis Clube, especializado em maratonas.

Cláudio Cunha
Cena da oitava edição da corrida, em setembro de 2013: gente bonita e saudável, cenário perfeito e muita animação no Belvedere já são partes do calendário de eventos de BH (foto: Cláudio Cunha)
Se tudo isso não bastasse, o esporte ainda reduz as taxas de colesterol, ajuda no controle da glicemia e da pressão arterial. "Sem dúvida, é uma atividade completa e, mediante alguns cuidados, pode ser praticada por qualquer pessoa", diz o educador físico Alexandre Hermes de Azevedo, especializado em corrida de rua.

A dica é começar bem devagar e nunca se esquecer do alongamento. Depois de avaliação médica, o ideal para os principiantes é caminhar 30 minutos, três vezes por semana, para melhorar o condicionamento físico.

Alimentação balanceada também é fundamental. "A dieta correta pode beneficiar o maratonista, desde que seja rica, predominantemente, em carboidratos (arroz, massas, batatas, mandioca, pães, aveia, quinua, etc.) e em lipídios (óleos e gorduras), e limitada em proteínas (carnes, ovos, leite)", explica a nutricionista Lísia Kiehl, da Nestlé.


Otra dica: na hora do exercício é preciso vestir roupas adequadas, usar um bom par de tênis e ter sempre uma garrafa de água em mãos. No dia 25 de maio, entregue-se ao prazer de praticar essa atividade física. Depois, é só correr para o abraço.

 

Últimas notícias

Comentários