As paredes têm vida

Com propostas diferenciadas, papéis e plotagens transformam rapidamente a "cara" do ambiente. É importante combiná-los com móveis e objetos

por Marina Santos 28/04/2014 14:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Antigo conhecido, o papel de parede ganha novas texturas e grafismos cada vez mais elaborados. A plotagem também aparece em destaque na decoração como solução simples e bastante indicada para a criação de espaços temáticos. Além de práticos, pois evitam a trabalhosa tarefa de ter de pintar a casa, esses revestimentos mudam rapidamente a atmosfera do lugar e são grandes aliados na hora de conceber ambientes com toque personalizado.

Para quem busca resultado marcante, tons vibrantes e desenhos originais podem fazer toda diferença. Mas, quanto maior a ousadia dos painéis, maior deve ser também o cuidado para suavizar o restante da composição, de modo a alcançar efeito criativo, sem comprometer a harmonia do todo. Assim, papéis de parede e plotagens devem ser usados como referência para a seleção dos demais elementos da decoração e funcionam como ponto de partida para a definição da paleta de cores do projeto.

É importante também escolher bem a parede sobre a qual o revestimento será aplicado, pois o recurso dará grande realce, captando as atenções de quem entra no cômodo. Em contraposição, demais paredes e teto devem se manter mais limpos.

Jomar Bragança/Divulgação
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Cartoon moderno

No projeto deste quarto, em um apartamento no bairro Lourdes, as designers de interiores Paola Camargo e Priscila Sathler selecionaram um papel de parede que se assemelha a história em quadrinhos. O painel traz ar contemporâneo e ao mesmo tempo descontraído à composição, e suas cores dialogam com o restante da decoração. A luminária e a mesa em vermelho dão vivacidade ao ambiente. Já os nichos suspensos são em gofrato cinza e servem como mais um apoio para guardar objetos pessoais e livros, uma das demandas do cliente, que é um jovem universitário.

Jomar Bragança/Divulgação
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Espaço para romantismo

No lavabo deste apartamento, destaque para o papel de parede no estilo romântico, com desenhos de arabescos em tecido. O charme da bancada ficou por conta do granito levigado com toalheiro em inox. O contorno em espelho ajuda a dar sensação de amplitude ao espaço, que era um tanto reduzido. Como a cliente não queria armários no espaço, a arquiteta e designer de interiores Manuela Senna, que assina o projeto, desenhou uma bancada em peroba do campo para suporte de acessórios de banheiro.

Jomar Bragança/Divulgação
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Recortes do ofício

Este home office, no bairro Estoril, foi projetado para uma jornalista que queria ter conforto e praticidade em seu dia a dia de trabalho. Para personalizar o espaço, a designer de interiores Cícera Gontijo escolheu plotagem que combina letras, números e alguns desenhos sobrepostos, o que cria efeito de “colagem”. Executado em preto, branco e sépia, o painel possibilitou a utilização de cores mais quentes nos mobiliários e adornos. Destaque para a poltrona estampada em flores, que cria um convidativo e aconchegante canto para leitura. A mesa em vidro torna o ambiente mais leve.

Jomar Bragança/Divulgação
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Aposta divertida

Nesta sala de jogos, a cidade de Las Vegas serviu de inspiração para a decoradora Camila Guerra. A plotagem, com sua grandiosidade, brilhos e cores, torna o cenário mais atraente e divertido. No piso, um grande tapete em xadrez preto e branco simula um tabuleiro e, com sua forma irregular, dá movimento ao espaço. A disposição das prateleiras sobre a parede verde cria um grande jogo de dominó. A mesa com tampo móvel, desenvolvida
pela decoradora exclusivamente para o projeto, dá charme a mais ao local.

Daniel Mansur
(foto: Daniel Mansur)
Estilo ao natural

Nesta sala de estar em uma casa no bairro São Bento, a arquiteta Estela Netto preferiu um papel de parede de toque mais clássico, com estampa de folhagens. O uso de cores neutras conserva uma atmosfera mais sóbria e ao mesmo tempo proporciona aconchego ao espaço. A iluminação dicroica dá destaque ao papel de parede e valoriza o contraste entre tons claros e escuros. As mesas de centro são de laca espelhada e o aparador, de lâmina de madeira natural, o que confere sofisticação ao ambiente.

Daniel Mansur
(foto: Daniel Mansur)
London Style

Este é o quarto dos sonhos de uma adolescente que coleciona pôsteres e adornos relacionados à Inglaterra. Para ambientar o espaço, localizado em uma casa no Alphaville, a designer de interiores Andrea Ker Bacha escolheu uma grande imagem do Parlamento inglês, que recebe iluminação de cima para baixo, com lâmpadas embutidas na marcenaria. Em contraste com o painel em tons de cinza, recebe destaque a bandeira britânica, reproduzida também nas almofadas sobre a cama, e o criado em laca vermelha.

Últimas notícias

Comentários