Vai para confins? Onde é melhor estacionar

Encontro visitou as quatro opções de estacionamentos nas proximidades de Confins. Comparamos as estruturas, os serviços e os preços. Há grandes diferenças

por Rafael Campos - Encontro BH 13/10/2014 16:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Thiago Mamede/Encontro
(foto: Thiago Mamede/Encontro)
Deixar o carro no estacionamento e embarcar no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, é uma rotina para muita gente, especialmente para quem costuma viajar por poucos dias. Hoje, existem três estacionamentos independentes na MG-010, próximos ao aeroporto: o B-Park, o Air Park e o Estapar/Minas Park, além do localizado dentro do complexo viário, o Royal Park. Para saber como anda a qualidade dos serviços oferecidos hoje pelos quatro estacionamentos, além de preços e diferenciais, visitamos cada um deles e elaboramos um raio-x (confira quadro comparativo) para ajudar os usuários na hora de escolher.

O que constatamos é que, graças ao aumento da concorrência no segmento, existe a preocupação em melhorar a qualidade do serviço e agregar outras vantagens para o cliente, tanto que todos estão com projetos de melhorias engatilhados, mas esperando o sinal verde do fim das obras de Confins e torcendo para que o movimento, como prevê a BH Airport (concessionária que administra o aeroporto e o estacionamento Royal Park), dobre e alcance a marca de 20 milhões de passageiros por ano – atualmente são 10 milhões.

Quem opta hoje por utilizar os estacionamentos já usufrui de vantagens e, em muitos casos, da relação custo/benefício favorável em comparação aos táxis. É só fazer as contas: o valor das diárias varia de R$ 25 a R$ 30 – sem considerar os descontos provenientes de convênios com algumas empresas, como companhias aéreas. Já uma corrida de táxi até o aeroporto partindo do centro de Belo Horizonte fica, em média, em R$ 120. Ou seja, R$ 240 a ida e a volta. Dependendo da duração da estadia, vale a pena fazer o trajeto com o próprio carro e deixar o veículo estacionado durante o período em que o motorista estiver fora. É possível ainda aproveitar o carro parado para realizar serviços rápidos oferecidos por alguns estabelecimentos, como troca de óleo, balanceamento, alinhamento e lavagem. Em breve, será possível também fazer check-in de algumas empresas aéreas nos próprios estacionamentos.

Bruno Coelho, gestor comercial da BH Airport, considera que a concorrência é saudável no segmento, pois quem ganha são os motoristas. Por isso,  enxerga os empreendimentos como parceiros. O B-Park, do Grupo Belvitur, o último a ser inaugurado às margens da MG-010, há apenas um ano no mercado, comemora a ocupação de 70% das vagas. O gerente, Daniel Puglielli, diz que o diferencial do negócio não pode ser outro senão proporcionar maior conforto e segurança ao cliente. "Há pessoas que deixam o carro aqui com a chave na ignição e já entram na van. Isso é confiança", conta. Já Lucas Cardoso, um dos proprietários do Air Park, diz que a ideia é triplicar de tamanho o estacionamento. "O cenário é promissor. Os outros empreendimentos também estão aguardando o melhor momento para investir e melhorar os serviços", diz Lucas.

Prova de que esse mercado está aquecido é o investimento previsto pelo Grupo Orguel. Especializado em venda e locação de equipamentos para a construção, a empresa quer também uma fatia desse bolo. A previsão é de inaugurar, ainda em outrubro, o Velox Park, para concorrer com os demais estabelecimentos. O terreno, localizado no km 26 da MG-010, sentido Confins, tem 30 mil m². Contudo, numa primeira etapa, apenas parte dele será utilizado como pátio para os carros. De acordo com Andréa Guerra, gerente de marketing do Grupo Orguel, o futuro estacionamento, que ficará a 13 km do aeroporto, será o primeiro com sistema de geração de energia fotovoltaica nas coberturas das vagas. No geral, todos os estabelecimentos estão buscando diferenciais para ganhar a preferência do usuário.


Thiago Mamede/Encontro
(foto: Thiago Mamede/Encontro)

Thiago Mamede/Encontro
(foto: Thiago Mamede/Encontro)

Thiago Mamede/Encontro
(foto: Thiago Mamede/Encontro)


Últimas notícias

Comentários