"O título nacional é resultado de muito trabalho"

por Renan Damasceno 05/12/2014 15:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press
O técnico Marcelo Oliveira (centro), do Cruzeiro, comemora com sua comissão técnica (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)
Apesar da derrota na decisão da Copa do Brasil, Marcelo Oliveira tem motivos para comemorar 2014. No mês passado, o mineiro de Pedro Leopoldo entrou para o seleto grupo de treinadores que conseguiram o bicampenato brasileiro consecutivo, comemorou o nascimento do primeiro neto, Lucca, e chegou à terceira decisão da Copa do Brasil em quatro anos. Com o nome escrito na história do Cruzeiro, Marcelo parte para sua terceira temporada no clube sonhando em conquistar o título da Libertadores. Em entrevista na Toca da Raposa, dois dias após a decisão da Copa do Brasil, o treinador falou do desejo de permanecer no Cruzeiro e do planejamento para o ano que vem.

1) ENCONTRO – Como o sr. define o atual momento do futebol mineiro?

MARCELO OLIVEIRA – Cruzeiro e Atlético são dois clubes de tradição, de torcidas imensas, presentes e fiéis. As estruturas físicas estão entre as melhores do Brasil e são administrações seguras, equilibradas e ousadas nas contratações. A categoria de base forneceu para os clubes bons jogadores e, a partir disso, os resultados apareceram.

2) Acredita que seu trabalho está sendo reconhecido?
Tenho sido bem recebido em todos os lugares fora daqui. A impressão deixada ao longo de dois anos é a melhor possível.

3) O que significou a conquista do Brasileirão?
É resultado de dois anos de trabalho, boa orientação e de sintonia entre diretoria, comissão técnica e jogadores. Neste ano, conquistamos dois títulos: um de forma invicta e outro com antecedência, com sequência de vitórias e números expressivos. Foi um ano muito bom, graças ao trabalho da diretoria, do diretor de futebol Alexandre Mattos, sempre dinâmico, e da comissão técnica comprometida.

4) Qual sua opinião sobre o técnico do Atlético, Levir Culpi?
Conheço muito bem o Levir e ele é uma grande pessoa. É um treinador que agrega muito, aglutina e treina muito também.

5) Quais são os planos para a próxima temporada?
Vamos conversar sobre meu contrato nos próximos dias. Em relação à Libertadores, precisamos ter carinho e aplicação para preparar um time forte, aproveitando a experiência deste ano. Felizmente, o Campeonato Mineiro é mais enxuto e permite um pouco mais de tempo para preparação. Não é ideal, mas satisfaz nosso planejamento.

Últimas notícias

Comentários