Pura adrenalina

A paixão por carros e pela velocidade motiva mineiros de todas as idades a investir em veículos turbinados para disputar corridas amadoras circuitos da Grande BH. O esporte é caro e emocionante

por Daniela Costa 19/12/2014 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Alexandre Rezende/Encontro
Aos 19 anos, Erick Jean Duarte Chang já tratou de comprar um carro e turbiná-lo: "Sem dúvida, carros e velocidade me atraem muito, uma paixão que vou levar comigo a vida toda", diz (foto: Alexandre Rezende/Encontro)
Na garagem dos irmãos Ivan Resende, músico, de 33 anos, e Fernando Resende, publicitário, de 35 anos, carros comuns são proibidos. Atualmente, o espaço abriga um Ford Mustang GT motor V8 de 240 cv e um Ford Maverick motor V8 de 250 cv de potência.  "Desde a adolescência, nosso hobby preferido é turbinar as máquinas para sentir a adrenalina das pistas de corrida", diz Ivan. Paixão que custa caro. Só nos dois carros atuais da dupla já foram investidos cerca de R$ 50 mil em mecânica. A dedicação pelo automobilismo começou cedo, quando Fernando, com apenas 14 anos, e Ivan, então com 12 anos, compraram seu primeiro Dodge Charger R/T 1977 laranja. Na época, o investimento custou a venda de todos os seus jogos eletrônicos e uma longa economia da mesada, mas eles garantem que valeu a pena. "Desde então, não paramos mais. Na sequência vieram um Dodge Magnum 1979, um Dart Cupê 1976, um Chevrolet Opala seis cilindros, entre outros modelos. Todos de alta potência", conta Fernando.
 
Alexandre Rezende/Encontro
Os irmãos Ivan e Fernando Resende: "Desde a adolescência, nosso hobby preferido é turbinar as máquinas para sentir a adrenalina das pistas de corrida", diz Ivan (foto: Alexandre Rezende/Encontro)
O que os motiva? Ouvir o ronco bravo do motor, sentir o cheiro do pneu queimado no asfalto, ver a fumaça na pista e se deixar levar pela adrenalina que ferve nas veias. Nas competições de arrancada que acontecem toda segunda quinta-feira do mês no autódromo do Mega Space, em Santa Luzia, competidores de todas as idades e com os mais variados modelos de carros se realizam na pista. Para eles, fundamental mesmo é extravasar. Além de ser o ponto de encontro dos amantes da velocidade, o local funciona como válvula de escape. "Temos competidores com mais de 60 anos de idade e outros que acabaram de completar 18. Muitos se esquecem até mesmo de seus problemas de saúde", diz Celso Camargo, responsável pelo marketing da casa. Por lá, é comum ver carros antigos, como um Fiat 147 turbinado, competir com modelos do ano. No final, quem faz o melhor tempo nos 201 metros, com média de dez segundos e velocidade que gira em torno de 180 km/h, vence a disputa. Na última edição do ano, realizada em novembro, o campeão do segundo semestre na categoria Turbo Tração Dianteira (TTD) foi o administrador de empresas Dirceu Barbosa Junior, de 23 anos. O Audi A3, 2.0 TFSI esporte de 300 cv completou o trajeto em 9,6 segundos. Sua inspiração é antiga.  "Desde criança assistia às corridas de Fórmula 1 com o meu pai, e meu ídolo sempre foi o Ayrton Senna", diz. Segundo ele, os investimentos no carro já giram em torno de R$ 15 mil.
 
Com um verdadeiro "haras" na garagem – sua BMW 328i tem motor 2.0 turbo e 360 cv –, o agropecuarista Diogo Matias Duarte, de 23 anos, também não economiza na hora de turbinar a máquina. Chip de potência para melhorar o desempenho, filtro de ar esportivo e rodas especiais foram apenas algumas das alterações feitas e que já lhe custaram R$ 10 mil. "Para mim, correr é um esporte que traz emoção, adrenalina pura. Saio de Pará de Minas, cidade onde moro, só para vir competir na pista", justifica. Mal tirou a carteira de motorista e o técnico em eletrônica Erick Jean Duarte Chang, de 19 anos, já tratou de comprar um carro e turbiná-lo. O Golfe GTI, motor 1.8 turbo, 200 cv, foi modificado para ter seu torque e potência aumentados. Além disso, cerca de R$ 18 mil já foram investidos em rodas, suspensão, iluminação e motor. "Sem dúvida, carros e velocidade me atraem muito, uma paixão que vou levar comigo a vida toda", diz.

Local das disputas:
Mega Space
Endereço:
av. das Indústrias 3000, Distrito Industrial II, Santa Luzia-MG
Contato:
(31) 2102-4800 / www.megaspace.com.br

Últimas notícias

Comentários