De olho no mapa

por Helvécio Carlos 12/07/2013 14:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A partir de terça-feira, o Parque Municipal será transformado por quase 90 dias em uma grande galeria a céu aberto. É lá que estarão expostas 130 fotografias impressas em grandes dimensões (2mx1,4m) que fazem parte da mostra A Terra vista do céu, do fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand. As imagens, feitas de helicópteros e balões, serão expostas no gradil do parque. Do Brasil, apenas fotos do Rio de Janeiro. Para que tudo fique perfeito, cerca de 20 técnicos estão trabalhando no local para montagem de estrutura e iluminação. O destaque da mostra é um planisfério, mapa-múndi de 200 metros quadrados, no qual as pessoas podem identificar os pontos geográficos e caminhar pela imagem.

Menu

O chef italiano Sergio Andres Milo assina o festival gastronômico Friulana all Osteria, semana que vem, na Osteria Casa Mattiazzi, em Santa Efigênia. No cardápio, pratos típicos da província de Friuli Venezia Giulia, região da cidade de Udine, terra natal do chef.

Sem chilique

Com apresentação marcada para o dia 26, no Expominas, a banda Paramore não tem grandes exigências com relação a pedidos. Em relação a hotéis, os músicos querem ficar no mesmo endereço da produção. Para o camarim, a banda não abre mão de muita água mineral e biscoitos, além de suas famosas toalhas pretas de palco. Com relação ao cardápio, a simplicidade também fez parte do pedido, com carnes e frangos grelhados e macarrão à bolonhesa. A banda, que ganhou fama internacional ao emplacar sucessos na trilha sonora da trilogia Crepúsculo, também fará shows em São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro e Brasília.

Bendito comentário

O nome de uma banda diz muito sobre som, proposta e até mesmo figurino. Com a Bendita não é diferente. Natural de Belo Horizonte e na ativa desde 2007, a trupe está hoje consolidada, mas nem sempre foi assim. Certa vez, o idealizador, Guilherme Terra – até então guitarrista – estava desolado com o vocalista que deixou a banda, que à época chamava-se Sapiens. Foi quando seu pai lhe perguntou o que se passava e viu que o problema era o desfalque no time. “Ah, essa bendita banda”, retrucou. O comentário não foi apenas um alento: foi a inspiração para o novo título do conjunto. A injeção de ânimo foi maior e fez Gui Terra também assumir os vocais, evitando assim passar pelo mesmo perrengue mais uma vez. A Bendita, que hoje é composta por sete integrantes, se apresenta dia 21, na Festa do Já Morreu, no Matriz. No palco, os músicos dividem espaço com outros cinco grupos. Por ser domingo, começa cedo, às 16h.

EM ENCONTRO DE ARTE NA HOGAR...

Eugênio Gurgel
Márcio Paulino e Taciana Mascarenhas Paulino (foto: Eugênio Gurgel)


Últimas notícias

Comentários