Uma noite inesquecível com Zezé di Camargo, Alan e Alex

por Helvécio Carlos 04/10/2013 10:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Eugênio Gurgel
Henrique Rocha ganhou passagem com direito a acompanhante, oferecida pela Master Turismo. O prêmio foi entregue por Rodrigo Santos (foto: Eugênio Gurgel)
O sucesso de uma festa exige produção bem cuidada. Mas não adianta ser criterioso se o trabalho não começa com boas energias: entusiasmo, solidariedade e boa vontade. Essa combinação deu o tom da 9ª edição do evento organizado pela coluna Hit em benefício da Jornada Solidária Estado de Minas, que, anteontem, reuniu 300 pessoas de várias gerações no NaMata Café. Os convidados vibraram com a performance de Zezé di Camargo, convidado especial da dupla Alan & Alex.

***

A reunião de uma turma tão bacana foi possível graças ao empenho de André Nunes, Carol Guimarães, Carol Mattos, Frede Andrade, Guilherme Rabelo, Gustavo Greco, Gustavo Nogueira, Karina Resende, Lucas Vereza, Maria Tereza Geo, Rafaela Nejm e Theo Rohlfs, responsáveis pela venda dos disputadíssimos convites. Tim Soier também foi fundamental para o sucesso do evento. Ele sugeriu o convite à dupla Alan & Alex, que abriu mão do cachê em benefício da Jornada.

***

O astro da noite foi Zezé di Camargo – e não apenas devido ao fato de ser um dos ídolos mais admirados do país. Ao ser convidado, o cantor foi de extrema simpatia e delicadeza. Topou o convite sem fazer qualquer exigência. E abriu mão do cachê, solidarizando-se à iniciativa da Hit. “Eu também  me diverti”, afirmou ele ontem, por telefone, logo depois de acordar e se preparar para seguir para Juiz de Fora, onde se apresentará ao lado de Luciano. Bem-humorado, Zezé lamentou não ter podido curtir mais a noite. Explicou que vem de intensa turnê: no fim de semana, a dupla cantou em várias cidades do Sul do país. Apaixonado por Minas, Zezé diz que o nosso estado se parece com Goiás, onde nasceu.

***

Durante a festa, Zezé di Camargo elogiou a iniciativa da Jornada Solidária e do jornal Estado de Minas. Ele emocionou a plateia ao fazer homenagem ao pai, seu Francisco. Entre as músicas divididas com Alan & Alex, o cantor leu um texto para reverenciar a figura mais importante da carreira dele e de Luciano. “O filme de Breno Silveira (2 filhos de Francisco) mostra um pouco do esforço de nosso pai. O que você viram no cinema é a metade do que ele fez por nós”, garantiu.

***

Há algum tempo, seu Francisco enfrenta problemas  de saúde. “As homenagens devem ser feitas com as pessoas em vida, para elas verem o quanto são amadas”, disse Zezé. Em seguida, leu o seguinte texto: “Olhei bem no seu rosto as marcas que os anos deixaram e vi a verdade e o amor quando os seus olhos me olharam. No corpo, o cansaço dos anos mudou muito o meu pai, mas aquela luz que me guia não me deixou nunca mais. Amo seus passos lentos em minha direção. Pai, ainda dependo do apoio de suas mãos. Francisco, nome bendito escrito pelas mãos de Deus. Homem de jeito antigo, que já não fabricam mais. Herdei de você a coragem, coragem de acreditar. Herdei de você o direito, direito de um homem sonhar. Herdei de você quase tudo, tudo o que me faz ser o que sou. Por mais que faça o melhor ao longo da vida que vai, nunca vou ter a grandeza, a sua grandeza, meu pai”.

Últimas notícias

Comentários