Noite longa, mas de emoções mas de emoções

por Helvécio Carlos 10/10/2013 12:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Léo Lara/Projeto Portinari/Divulgação
Letícia Sabatella entrega flores para Maria Portinari, mulher de João Portinari, filho do artista (foto: Léo Lara/Projeto Portinari/Divulgação)
O público foi unânime em apontar a longa duração do evento como único problema da noite de abertura do Cine Brasil, anteontem, na Praça 7. Foram mais de duas horas divididas entre discursos oficiais – alguns com vaias por parte da plateia – e números musicais, também excessivamente extensos. Mas o público, que lotou a plateia e frisas, também foi unânime em voltar para casa apaixonado com a obra de restauração do Cine Brasil. Um presente e tanto para a memória da cidade.

Léo Lara/Projeto Portinari/Divulgação
Maria Duarte recebe flores de Milton Nascimento na abertura da exposição Guerra e paz, de Portinari, na inauguração do Cine Theatro Brasil-Vallourec (foto: Léo Lara/Projeto Portinari/Divulgação)
***


Guerra e paz, de Candido Portinari, que fica em exposição até 24 de novembro, foi a grande estrela da noite. Três momentos foram de extrema delicadeza e emoção: Letícia Sabatella lendo textos de autores conhecidos, relembrando a importância de Portinari; a exibição de vídeo narrando a história do artista e, por último, a apresentação das telas durante projeção mapeada, onde cada detalhe da obra ganhava destaque – em alguns momentos as figuras pareciam saltar da tela – e trilha sonora da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. A plateia aplaudiu de pé João Portinari e sua mulher, Maria, ao lembrarem que o Projeto Guerra e paz é também uma grande homenagem à filha do casal, que morreu aos 16 anos. “Ela era apaixonada pelo avô”, disse o filho do artista.

Claquete

Para acompanhar a pré-estreia nacional do filme O homem das multidões, hoje, na abertura da 7ª CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, Cao Guimarães, que dirige o longa, decidiu adiar viagem que faria à Alemanha. Outro que deve passar pelo festival é Ney Matogrosso, para participar da sessão de Olho nu. A sessão está prevista para o dia 14.

Agenda

Yelloween, festa que rola em São Paulo e no Sul do país para celebrar o dia das bruxas, tem edição confirmada na naSala, dia 26. A noite será de house, comandada pelo paulistano Daniel Dalzochio e o residente Vinícius Amaral.

Últimas notícias

Comentários