Emoção de fã

por Helvécio Carlos 11/02/2014 10:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Túli Barros/Divulgação
Bell Marques emociona o público em sua despedida do Chiclete com Banana (foto: Túli Barros/Divulgação)
Se é festa para 500 ou 1 mil convidados, não importa. Se vai rolar vodca ou água de coco, também não interessa. Mas emoção não pode faltar a eventos que marcam o fim de uma era. Foi o que rolou sábado, no Mega Space, durante o show de despedida de Bell Marques da banda Chiclete com Banana. Por cerca de 90 minutos o baiano cantou hits dos carnavais de muita gente. Graças a tantas lembranças de folias passadas, os chicleteiros que lotaram o Mega Space não deixaram a peteca cair. Na verdade, eles foram a grande sensação da noite. Animados, fizeram coro com Bell, que, embora simpático, falou pouco com a plateia. “Há tempo não nos apresentamos para público tão animado. Vocês estão impossíveis”, disse o vocalista.

Noite de surpresas

Dos fãs famosos, o ator Eri Johson, que tem muitos amigos em Belo Horizonte, veio prestigiar a última apresentação de Bell com a banda Chicelete com Banana. Ele foi responsável por um dos momentos mais descontraídos da noite, ao dividir com o cantor os vocais em Diga que valeu. “Bell, que coisa fantástica”, elogiou o ator. “Assim como vocês, também amo demais esta banda”, gritou, entusiasmado, anunciando a segunda canção, Quero chiclete. A apresentação começou às 23h05, uma hora depois do previsto. Atraso atribuído a Bell, que só saiu do quarto depois das 22h. Estimado em 15 mil pessoas, o público se dividiu em cinco áreas. O movimento ao redor do palco 360 graus foi tranquilo, sem o famigerado empurra-empurra.

***

Bell fez homenagem a outros cantores famosos da axé music. De Luiz Caldas, o pai do gênero, cantou Haja amor. Do repertório de Margareth Menezes, escolheu Dandalunda; de Ivete Sangalo, Chupa toda e Dançando. “Se pudesse, desceria aí e tomaria todas com vocês”, brincou o astro da noite, para a alegria dos fãs. “A festa está linda, moderna, diferente. A cara da gente”, emendou. O próximo evento de música baiana em BH será o Axé Brasil, provavelmente em abril.

***

A volta para casa foi tranquila, se comparada ao caos registrado quando a banda americana Red Hot Chilli Peppers se apresentou no Mega Space, no ano passado.

Últimas notícias

Comentários