Na fila por Maíra

por Helvécio Carlos 27/10/2014 15:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Luiza Ferraz/Divulgação
Maria Clara Diniz, Maíra Labanca, Manu Diniz e PJ (foto: Luiza Ferraz/Divulgação)
No show de lançamento de seu primeiro disco, Maíra Labanca cumpriu a promessa. Anteontem, ela só deixou o Cine Theatro Brasil Vallourec duas horas depois da apresentação, quando terminou a sessão de autógrafos para os fãs. “Foi uma fila sem fim, mas fiquei até o último autógrafo”, comemorou a cantora, depois de contabilizar cerca de 100 assinaturas, além de muitos beijos e abraços. Na semana que vem, ela segue para São Paulo para iniciar a divulgação nacional do CD Labanca.

Nasce uma estrela

O show de lançamento de Labanca mostrou que a cantora Maíra Labanca veio para ficar. Afinada, ela tem presença de palco e conta com o apoio de banda formada por bons músicos. O excesso de emoção na estreia influenciou a performance dela, visivelmente ofegante em alguns momentos. “Não sou Ivete (Sangalo). Não dá para ficar pulando”, comentou, divertindo a plateia.

***

Em 90 minutos, a mineira interpretou as 11 faixas de seu disco – inclusive a inédita Amor não tem hora, de Nelson Motta, Rogério Flausino e PJ. Entre uma canção e outra, Maíra contava pequenas histórias. Lembrou a emoção ao receber o sim de familiares de Chorão, que morreu em 2013, para gravar a releitura de Meu novo mundo. “Ele era um letrista incrível. Essa foi uma das últimas músicas gravadas por ele. A família aprovou. Acredito que o Chorão, no lugar onde está, aprovou a minha versão.”

***

Maíra relembrou seu primeiro encontro com PJ, baixista do Jota Quest, que assina a produção do disco. “Depois de um contato no Bar NYX, pensei em chamá-lo. Com o celular e o endereço na mão, bati a campainha da casa dele e fiz o convite. Como PJ estava entrando em estúdio para gravar Funky funky boom boom, um dos melhores CDs deste ano, esperei três dias até receber o sim. Vocês não sabem o que passei nesse período. Só meu marido, André, sabe”, brincou.

Últimas notícias

Comentários