Publicidade

Estado de Minas POLêMICA

Unção de pastor faz mulher 'emagrecer instantaneamente'

Vídeo com o suposto 'milagre' instantâneo de fiel está gerando discussão nas redes sociais


postado em 26/08/2015 13:01

Quando a jovem evangélica Amanda da Silva Souza, de 20 anos, entrou na igreja pentecostal Glória de Deus, em Criciúma, Santa Catarina, não poderia imaginar que viraria notícia na internet, especialmente nas redes sociais. Isso porque ela foi protagonista de um suposto "milagre" no dia da "unção do emagrecimento". Sob as orações do pastor Valmor Brígido Assis, a moça teria perdido nada menos que 3 kg instantaneamente.

Assista abaixo ao vídeo amador que mostra o "milagre" do emagrecimento pela fé:



As imagens logo geraram discussão nas redes sociais, alcançando mais de 11 milhões de visualizações. A oração "milagrosa" foi realizada no dia 20 de julho deste ano, e a jovem dona de casa catarinense diz que, na época, pesava 81 kg, e, agora, já está com 69 kg. Segundo Amanda, após a unção do pastor, até sua calça teria ficado "folgada".

Ela diz que não faz regime, e que devido ao "sucesso" da oração, já indicou a sessão do emagrecimento para a cunhada e para a sogra, que também testemunharam os resultados "milagrosos".

Questionado se isso não seria charlatanismo, em entrevista ao jornal carioca Extra, o pastor Valmor Assis diz que aqueles que reclamam não entendem o poder da religião. "Quem fala isso não conhece, não é evangélico nem participou dos trabalhos que fiz. E contra fatos não há argumento", afirma o missionário. Ele realiza, em média, 15 cultos por mês, em diversas igrejas evangélicas do sul do país.

Veja foto da Amanda antes e depois da 'milagrosa' oração do emagrecimento, realizada pelo pastor Valmor. Notou alguma diferença?(foto: Facebook/amanda.dasilvadesouza.5/Reprodução)
Veja foto da Amanda antes e depois da 'milagrosa' oração do emagrecimento, realizada pelo pastor Valmor. Notou alguma diferença? (foto: Facebook/amanda.dasilvadesouza.5/Reprodução)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade