Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Morto apaixonado por pôquer é velado como se estivesse jogando

O fato curioso e inusitado aconteceu em Porto Rico


postado em 01/02/2016 09:06

O que você acha de participar de um velório em que o morto não está dentro do caixão? Isso foi visto na cidade de Barceloneta, em Porto Rico, no dia 25 de janeiro. Henry Rosario, de 31 anos, sempre foi apaixonado por pôquer. Quando morreu, seus amigos e familiares não pensaram duas vezes ao realizar o velório com o morto simulando jogar cartas.

O jovem foi embalsamado e velado na funerária Eterna Luz. Durante a despedida, Henry contou com a presença de várias pessoas na mesa de pôquer. Muitos jogavam como se ele realmente estivesse participando do pôquer.

Não é a primeira vez que um velório inusitado ocorre em Porto Rico. Em 2010, um motociclista foi velado em cima de sua moto, como se a estivesse pilotando. No mesmo ano, uma senhora foi velada sentada em sua cadeira de balanço. Imagine se essa "moda" é importada para o Brasil?

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade