Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Encontrados supostos destroços do voo MH370 na costa da África do Sul

Governo malaio acredita que sejam mesmo do avião 'desaparecido' da Malaysia Airlines


postado em 12/05/2016 09:16

Nesta quinta, dia 12 de maio, o Ministro dos Transportes da Malásia anunciou que os destroços encontrados na costa da África do Sul e nas Ilhas Maurício, ambas regiões banhadas pelo oceano Índico, são quase com certeza do avião Boeing 777 pertencente à companhia aérea Malaysia Airlines. Ele desapareceu dos radares em março de 2014, com 239 pessoas a bordo, quando se dirigia de Kuala Lumpur, capital malaia, a Pequim, na China.

De acordo com o ministro Liow Tiong Lai, em nota enviada à imprensa, as duas peças "são quase certamente do MH370". Elas já teriam sido avaliadas por uma equipe de investigadores de acidentes aéreos da Austrália. Os peritos confirmaram que o material resgatado das praias pertence a um avião do modelo Boeing 777.

"A análise completa realizada em março pelos peritos confirmou que os destroços encontrados em Moçambique pertencem, com quase toda a certeza, ao MH370", acrescenta o ministro malaio, na mesma nota.

Esses novos destroços de avião se juntam a um outro encontrado em julho de 2015 na ilha francesa da Reunião, que fica próxima a Madagascar, e que já teria sido associado ao voo MH370. Vale lembrar que 40 minutos após deixar Kuala Lumpur, os sistemas de navegação e comunicação do avião forma desligados, deixando no ar o mistério de seu desaparecimento.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade