Probabilidade de turista pegar dengue nas Olimpíadas é baixíssima, diz ministro

Segundo dados do Ministério da Saúde, chances é de menos de 1 doente para cada 500 mil pessoas

por Encontro Digital 30/06/2016 14:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Em entrevista coletiva realizada nesta quinta, dia 30 de junho, o ministro da Saúde Ricardo Barros informa que o governo está fazendo um esforço para tranquilizar os atletas e turistas que virão participar dos Jogos Olímpicos 2016 sobre os riscos de contrair dengue enquanto estiverem no país. Segundo ele, baseado em estudo divulgado pela Universidade de Cambridge, considerando que cerca de 500 mil turistas virão para o evento, menos de 1 (0,8) pode ser contaminado pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Barros compara a probabilidade ao que ocorreu na Copa do Mundo de 2014, quando, de 1,4 milhão de turistas estrangeiros, apenas três pegaram dengue. "É prioridade combater o mosquito. E vamos ter sucesso nas ações na Olimpíada", diz o ministro.

Vale lembrar que no dia 28 de junho foi publicada no Diário Oficial da União a lei que permite a entrada forçada de agentes de saúde em imóveis suspeitos de terem focos do Aedes aegypti. A origem da lei foi uma Medida Provisória publicada em janeiro pela presidente afastada Dilma Rousseff, com o objetivo de definir as regras para o combate ao mosquito.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários