Publicidade

Estado de Minas CURIOSIDADE

Caminhoneiro americano tira foto de um suposto fantasma

O 'espírito' seria de um motoqueiro, vítima de um acidente no estado do Kentucky


postado em 25/07/2016 13:04

Você acredita em vida após a morte? Às vezes, mesmo os mais descrentes costumam ficar com a "pulga atrás da orelha" ao observarem algumas imagens que, supostamente, seriam flagrantes de espíritos. É o caso da foto tirada pelo caminhoneiro americano Saul Vazquez no dia 12 de julho e publicada no Facebook. A imagem mostra o momento em que o resgate presta socorro a um motoqueiro que sofreu um grave acidente na rodovia 15, próximo a Stanton, no estado do Kentucky.

"Eu tirei essa foto alguns minutos atrás de dentro da cabine do meu caminhão. Foi um acidente entre Campton e Stanton na via marginal que dá acesso ao estacionamento na base da montanha. Olhe de perto e veja com atenção uma sombra logo acima do chapéu do policial estadual. Só espero que todos os envolvidos estejam bem", diz Vazquez no texto publicado junto à fotografia, em sua conta no Facebook.

A imagem curiosa e que está intrigando os internautas já conta com quase 16 mil compartilhamentos e 60 comentários.

Até o momento em que o caminhoneiro havia publicado a foto, ele não tinha conhecimento da existência de vítimas fatais no acidente. Porém, segundo o canal local de notícias Lex 18 News, o motoqueiro resgatado da rodovia 15 foi considerado morto horas mais tarde, no hospital. Em entrevista à emissora, Saul Vazquez faz questão de dizer que não alterou a imagem de nenhuma forma.

Muitos usuários do Facebook atribuíram a estranha figura ao suposto espírito da vítima do acidente, que teria se desprendido do corpo físico após a morte.

Não se tem ainda uma explicação oficial para essa "sombra" que aparece na foto, mas tudo indica se tratar do efeito pareidolia, em que o cérebro busca associar uma imagem aleatória a algo ou alguma forma que já conhecemos. Uma fumaça ou uma mancha na lente pode ser entendida como uma figura humana, por exemplo.

(com The Huffington Post)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade