Publicidade

Estado de Minas ASTRONOMIA

Telescópio russo será instalado em Minas Gerais

O equipamento passará a fazer parte do observatório Pico dos Dias, no sul do estado


postado em 01/07/2016 13:39

Um telescópio russo será instalado no observatório Pico dos Dias, localizado na cidade de Brazópolis, no sul de Minas Gerais, para detectar e monitorar detritos espaciais. A instalação faz parte de um acordo que será assinado na próxima quinta, dia 7 de julho, entre o Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) e a agência espacial russa Roscosmos.

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, responsável pelo LNA, o objetivo é produzir uma base de dados com a localização e as órbitas de objetos que podem apresentar perigo de colisão com satélites artificiais ativos ou até, no caso de objetos maiores, risco de danos à superfície da Terra após a entrada na atmosfera.

O diretor do LNA, Bruno Castilho, explica que o novo telescópio deve entrar em operação no fim de novembro. "Ele vai gerar um 'mapa' de detritos. Além do risco de colisão com algum satélite ou foguete que estiver em operação, esses detritos também podem cair. Tendo um mapa, o tamanho e a posição desses detritos, você também pode fazer uma previsão e uma melhor estratégia para reentrada desses detritos na atmosfera", conta Castilho.

Ele acrescenta que as imagens geradas pelo telescópio russo serão transmitidas para a Roscosmos pela internet, e a base de dados ficará à disposição dos pesquisadores brasileiros. Os custos do projeto serão pagos pela corporação russa, e o LNA vai contribuir com a disponibilização do espaço físico, a infraestrutura do observatório do Pico dos Dias e apoio logístico.

Com 1.864 m de altitude, o observatório do Pico dos Dias já possui quatro telescópios para pesquisa astronômica. A cerimônia para assinatura do acordo será realizada na sede da LNA, em Itajubá (MG), com a presença de representantes da Roscosmos e da Agência Espacial Brasileira.

(com Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade