Vaso que era usado para segurar porta é vendido por R$ 2,8 milhões

Família guardava em casa um raro exemplar de porcelana chinesa sem saber

por João Paulo Martins 05/07/2016 09:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Twitter/HansonsUK/Reprodução
O vaso chinês do século XVIII, avaliado em R$ 2,8 milhões, era usado por uma família inglesa como aparador de porta (foto: Twitter/HansonsUK/Reprodução)
A casa de leilões inglesa Hansons acaba de vender um vaso chinês da dinastia do imperador Qialong, datado entre 1735 e 1799, por 650 mil libras (cerca de R$ 2,8 milhões), na sexta, dia 1º de julho. Essa notícia, em si, não é nenhuma novidade. O curioso, porém, é que essa porcelana raríssima foi usada por uma família da cidade de Birmingham, no centro da Inglaterra, como aparador de porta por 38 anos.

O vaso branco com pinturas florais azuis tem 66 cm de altura e foi adquirido pela família como herança de uma tia-avó chamada Florence, em 1978. Esta, por sua vez, comprou a rara porcelana num antiquário da cidade de Cornwall, no sudoeste do país, nos anos 1920.

"É um vaso que enfeitiça. Possivelmente foi feito nos fornos imperiais do palácio de Verão do imperador Qialong", diz Charles Hanson, diretor da casa de leilões, em comunicado enviado à imprensa. Ele não quis revelar a identidade do comprador, mas conta que recebeu mensagens de interessados que moram na China, em Taiwan e em Hong Kong.

O preço inicial de venda era estimado em 300 mil libras, mas foi arrematado pelo dobro.

(com The Huffington Post)

Últimas notícias

Comentários