Artista sírio usa Pokémon Go para denunciar horrores da guerra

As imagens intituladas Syria Go mostram as necessidades dos jovens sírios, vítimas da guerra, no lugar dos famosos pokémons

por Encontro Digital 04/08/2016 17:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Twitter/Saif Aldeen Tahhan/Reprodução
O webdesigner sírio Saif Aldeen Tahhan trocou as famosas criaturas do Pokémon Go por necessidades básicas das crianças vítimas da guerra na Síria (foto: Twitter/Saif Aldeen Tahhan/Reprodução)
Para sensibilizar o mundo dos horrores da guerra, o webdesigner sírio Saif Aldeen Tahhan, que reside na Dinamarca, criou imagens nas quais, em vez de personagens como Pikachu, Chamander, Pidgey, do famoso Pokémon Go, as pokébolas capturam ítens de necessidade das crianças vítimas da guerra civil na Síria.

"Espero que a mensagem alcance o mundo inteiro, e os sírios possam encontrar segurança", diz o jovem artista em sua página oficial no Facebook. O trabalho de Saif é intitulado Syria Go.

O conflito sírio, que dura mais de cinco anos, já deixou mais de 280 mil mortos e causou o êxodo de mais de metade da população. No dia 2 de setembro de 2015, a foto do menino sírio Aylan, que morreu afogado e seu corpo ficou caído na areia de uma praia na Turquia, chocou o mundo inteiro.

(com Agência BrasiL)

Últimas notícias

Comentários