Publicidade

Estado de Minas CURIOSIDADE

Chinês deixa herança para seu cão

O idoso está preocupado com sua morte e quer deixar quase R$ 38 mil para o pet


postado em 16/08/2016 10:27

Um morador idoso da província de Heilongjiang, no nordeste da China, está com medo de falecer a qualquer momento, e vai deixar para seu cão uma herança de 80 mil yuans (cerca de R$ 38 mil). O dinheiro vem sendo poupado por Wang Jun, de 71 anos, durante toda sua vida, segundo o jornal China Daily.

O idoso, que vive na cidade de Harbin, contatou um abrigo para animais e informou sua intenção de doar a quantia de 80 mil yuans. A ideia do idoso é que o dinheiro seja usado como uma espécie de "pensão" para seu cãozinho Erfu ser mantido no local até a morte.

De acordo com o jornal chinês, o animal é o único "membro da família" do velho chinês: o filho de seis anos de idade morreu em um acidente de carro e, mais tarde, sua mulher morreu por causa de uma doença. Wang Jun criou o cão desde quando era somente um filhote. "Recentemente, tenho me sentido mal. Meu cachorro é minha única preocupação", confessa o aposentado ao periódico chinês.

Wang Jun já sofreu vários ataques cardíacos e derrames, e quer ter certeza de que o cão seja cuidado após sua morte. No ano passado, Erfu se perdeu, mas, com a ajuda de vizinhos, o animal foi encontrado. "Eu nunca o deixo sozinho, desde então. Não tenho ninguém mais, e prefiro morrer a perdê-lo de novo", diz o idoso.

O China Daily também relatou que o cão é muito fiel a seu mestre, sempre está perto dele.

A administração do abrigo concordou em cuidar do animal, mas se recusou a aceitar o dinheiro do aposentado.

(com Agência Sputnik)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade