Nasa vai explorar asteroide que, a partir de 2135, poderá atingir a Terra

A ideia é estudar o corpo celeste, não só para evitar um possível 'armageddon'

por Encontro Digital 02/08/2016 14:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nasa/JFL-Caltech/Divulgação
Mesmo que seja uma chance em 2,7 mil, existe risco de colisão do asteroide 101955 Bennu com a Terra entre os anos de 2175 e 2196 (foto: Nasa/JFL-Caltech/Divulgação)
Um asteroide chamado Bennu pode um dia atingir a Terra. É possível que ele guarde o mistério da origem da humanidade.

Descoberto em 1999, o 101955 Bennu tem aproximadamente 500 m de diâmetro e orbita o Sol a uma velocidade de 100 mil km/h. Infelizmente, a órbita do asteroide coincide com a da Terra a cada seis anos, o que significa que ele pode, um dia, colidir com nosso planeta.

"A aproximação do asteroide com a Terra no ano 2135 ajustará a órbita de Bennu, potencialmente colocando-o em curso de colisão com nosso planeta naquele século", diz Dante Lauretta, professor de Ciência Planetária na Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.

Para se preparar melhor para este evento potencialmente apocalíptico, a Agência Especial Norte-Americana (Nasa), enviará a nave espacial Osiris-Rex para coletar uma amostra do asteroide. "A missão é a chave para a nossa busca por produtos orgânicos no Bennu", informa Lauretta, em comunicado enviado à imprensa pela Nasa.

Mas, a missão da Osiris-Rex é mais do que evitar um possível "armageddon". De acordo com Lauretta, a nave espacial poderá ajudar a humanidade a compreender melhor suas próprias origens.

"Acreditamos que Bennu é uma cápsula do tempo, com informações dos primórdios do nosso Sistema Solar", revela Lauretta ao canal de TV americano ABC News. "Assim, uma amostra pode potencialmente conter respostas para uma das perguntas fundamentais que os seres humanos fazem: 'de onde viemos, qual a nossa origem?'", completa o astrônomo.

Por enquanto, segundo a Nasa, não há razão para pânico. O Bennu tem apenas uma chance em 2,7 mil de colidir com a Terra entre 2175 e 2196.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários