Vídeo mostra suposto saquinho de cocaína nas mãos de parlamentar

A polêmica imagem foi divulgada no Facebook no dia 29 de agosto

por João Paulo Martins 31/08/2016 14:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Schurrle Oliveira/Reprodução
Vídeo mostra um parlamentar segurando um saquinho transparente contendo um pó branco durante o julgamento de Dilma Rousseff no Senado, no dia 29 de agosto (foto: YouTube/Schurrle Oliveira/Reprodução)
Durante a fala de Dilma Rousseff no plenário de Senado Federal, momento em que respondia às perguntas dos senadores como parte de sua defesa no julgamento do processo de impeachment – sessão que durou 14 horas –, uma imagem chamou a atenção na internet. O vídeo divulgado na segunda, dia 29 de agosto, na conta do coletivo Mariachi (movimento anarquista) no Facebook, mostra um parlamentar segurando um saquinho transparente contendo um pó branco, que foi associado por muitos internautas como sendo cocaína.

A gravação foi feita a partir da transmissão ao vivo da TV Senado no dia 29. A cena mostra a ex-presidente Dilma respondendo a um questionamento feito pelo senador Aloysio Nunes (PSDB-SP). Certo momento, a câmera muda para o plenário, focando o parlamentar paulista. Atrás dele, o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB-BA) aparece segurando um saquinho transparente com um pó branco dentro.

Muitos usuários do Facebook associaram esse pó à cocaína e até justificaram o uso ao longo período em que os parlamentares ficaram no Senado, durante o julgamento do impeachment nesse dia.

Porém, segundo a assessoria do PSDB, em nota divulgada no site oficial do partido no Distrito Federal, o saquinho que estava sendo segurado pelo deputado baiano Imbassahy era nada menos que açúcar. Eles até publicaram uma foto para comprovar essa afirmação, mostrando que havia uma xícara de café com um saquinho de açúcar aberto no pires.

Assista, abaixo, ao vídeo polêmico e tire suas conclusões:

Últimas notícias

Comentários