Publicidade

Estado de Minas TECNOLOGIA

Mineiro cria aplicativo para casais que gostam de swing

O programa permite até encontrar outros adeptos dessa prática usando o GPS


postado em 09/09/2016 17:40 / atualizado em 09/09/2016 17:55

Tudo bem que os mineiros costumam ser mais conservadores, mas não é segredo para ninguém que Belo Horizonte possui algumas casas especializadas na prática de swing, que é a troca de parceiros sexuais. Para quem gosta de ver a companheira ou o companheiro tendo relações com outra pessoa, existe uma novidade no mercado: o aplicativo AffinitySW. Criado pelo empresário mineiro Cássio Cruz, que é adepto do swing há três anos, em parceria com Giovani Rocha, o programa destinado a smartphones permite encontrar adeptos dessa prática sexual por meio da geolocalização – ou seja, o GPS encontra pessoas que estejam mais perto.

Segundo uma pesquisa feita pelo site de relacionamentos SexLog, 28% dos brasileiros estão interessados em verem seus parceiros tendo relações sexuais com outras pessoas. Para colocar esse desejo em prática, agora, com o AffinitySW, é possível escolher as características que se quer no casal praticante de swing e, caso o aplicativo ache um par ideal, o usuário pode trocar iniciar a troca de mensagens, fotos e até vídeos. Por enquanto, ele está disponível apenas para celulares com o sistema Android. A assinatura custa de R$ 9,90, por um dia, até R$ 89,90, que dá direito a usar o app por seis meses.

Cássio Cruz diz que os diferenciais do novo aplicativo são a interface simples e a facilidade no cadastro dos usuários. "O design do AffinitySW é muito 'clean' [limpo] e o seu manuseio é intuitivo, oferecendo uma experiência agradável e sem maiores complicações. Outro aspecto é a abertura para que outros públicos que geralmente ficam de fora das casas de swing façam cadastro, como homossexuais, transexuais e travestis", diz o empresário mineiro.

O curioso aplicativo ainda promete segurança e privacidade para os praticantes de swing. "Durante todo o processo de estruturação do aplicativo, tivemos um cuidado especial com as informações que são trocadas por nosso usuários. Esses dados são criptografados, assim como no Whats App, para que os 'swingers' [praticantes de swing] estejam seguros enquanto buscam parceiros", esclarece Cássio Cruz.

De acordo com o empresário, a ideia de criar o aplicativo surgiu pela dificuldade que ele e a esposa tinham de encontrar adeptos do swing. "Como sou do interior, ficava difícil descobrir pessoas com o mesmo interesse. A maior parte das casas de swing em Minas ficam na capital, e abrem em dias e horários específicos. O AffinitySW vem para suprir essa lacuna", diz Cássio.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade