Publicidade

Estado de Minas ASTRONOMIA

Na data em que faria 70 anos, Freddie Mercury 'vira' asteroide

O lendário vocalista do Queen faleceu em 1991, mas deixou sua marca na história e no universo


postado em 05/09/2016 17:05 / atualizado em 05/09/2016 17:20

Nesta segunda, dia 5 de setembro de 2016, o cantor e compositor britânico Freddie Mercury completaria 70 anos. Morto em 1991, em decorrência de complicações causadas pelo vírus da Aids, o vocalista da banda Queen deixou um importante legado para a música mundial. Mas, seu nome ficará na história também por outro motivo: ele acaba de dar nome a um asteroide.

O corpo celeste, até então intitulado 17473, foi descoberto em 1991, ano em que Freedie Mercury faleceu. Segundo o guitarrista do Queen, Brian May, em vídeo divuldado em seu canal oficial do YouTube, no domingo, dia 4 de setembro, o asteroide possui 3,5 km de extensão e está localizado no famoso Cinturão de Asteroides do nosso Sistema Solar. "Está entre a órbita de Marte e de Júpiter. Como só reflete 30% da luz que bate sobre ele, não é possível observá-lo com um telescópio comum", diz Brian, que, além de músico, é formado em astrofísica. De acordo com o guitarrista, visto da Terra, o "Freddiemercury" é 10 mil vezes mais difícil de ser reconhecido no céu noturno do que qualquer outro corpo celeste que costumamos ver a olho nu.

O guitarrista Brian May, do Queen, fez um vídeo para divulgar e celebrar a homenagem ao colega Freddie Mercury, morto em 1991, e que faria 70 anos em 2016(foto: Brianmay.com/Reprodução)
O guitarrista Brian May, do Queen, fez um vídeo para divulgar e celebrar a homenagem ao colega Freddie Mercury, morto em 1991, e que faria 70 anos em 2016 (foto: Brianmay.com/Reprodução)
Nesta imagem é possível ver a órbita do asteroide Freddiemercury(foto: Brianmay.com/Reprodução)
Nesta imagem é possível ver a órbita do asteroide Freddiemercury (foto: Brianmay.com/Reprodução)

A homenagem ao grande compositor inglês, autor de clássicos como We Will Rock You, We Are The Champions e Bohemian Rhapsody, foi dada pela União Astronômica Internacional, por meio do Minor Planet Center (Centro de Planetas Menores, em tradução livre), que faz parte da Nasa. A entidade foi quem emitiu o documento com a mudança no nome do asteroide.

"É apenas um ponto de luz. Mas, é um ponto de luz muito especial", comenta Brian May no vídeo de divulgação da homenagem ao ex-colega.

Vale lembrar que na letra da música Don't Stop Me Now, Freddie Mercury diz: "I'm a shooting star leaping through the sky". Em tradução livre, seria: "Eu sou como a estrela cadente que salta pelo céu". Será que o grande artista britânico, de alguma forma, teria previsto que seu nome seria eternizado no universo?

Confira, abaixo, à "premonitória" música:

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade