Estado Islâmico está 'atacando' até os mortos

Grupo terrorista estaria destruindo lápides de cemitérios na Síria, segundo moradores

por João Paulo Martins 24/11/2016 18:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sputnik/Mikhail Alaeddin/Reprodução
Moradores da Síria, que já sofrem com a guerra civil que assola o país, reclamam que os terroristas do Estado Islâmico estão destruindo lápides nos cemitérios (foto: Sputnik/Mikhail Alaeddin/Reprodução)
Um morador da cidade de Douma, nas proximidades de Damasco, capital da Síria, em entrevista à agência de notícias russa Sputnik Árabe, reclamou que até os mortos estariam sofrendo com as ações do grupo terrorista Estado Islâmico.

Segundo a testemunha, o grupo armado que domina parte da Síria estaria destruindo cemitérios como forma de coibir a "idolatria". Eles afirmam que uma lápide vertical com o nome do falecido e as datas de nascimento e morte seria uma forma de adoração. A oração aos parentes falecidos seria contrária à doutrina pregada pela organização terrorista.

O Estado Islâmico (EI) instituiu a chamada Comissão de Destruição de Túmulos, que usa tratores de esteira para acabar com as lápides e revirar o solo.

O morador ouvido pela Sputnik disse que não conseguiu encontrar o túmulo da mãe, porque a lápide foi demolida e o terreno do cemitério de Douma está todo revirado. No total, teriam sido profanadas 150 sepulturas.

A Comissão de Destruição de Túmulos tem como alvos principais os túmulos de religiosos que são venerados, bem como os de seus parentes de primeiro grau.

O sírio revelou ainda à agência de notícias que os próprios combatentes do EI sepultam seus militantes em valas comuns ou simplesmente os jogam nas ruas, sem realizar o enterro.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários