Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Existe um americano que não sabe que Donald Trump foi eleito presidente

O morador de Atlanta sai às ruas com um abafador nas orelhas e um cartaz pedindo para não saber o resultado das eleições presidenciais dos Estados Unidos


postado em 21/11/2016 18:20

Você acredita que um americano, que mora na cidade de Brunswick, na Geórgia, ainda não sabe qual foi o resultado da eleição presidencial dos Estados Unidos, realizada no dia 15 de novembro?

Pois é, segundo ele contou à rede de televisão local Fox 5 Atlanta, no dia da votação ele havia sido convidado para participar de uma festa para acompanhar a apuração. Porém, preferiu ficar em casa, longe desse momento tenso, e buscar a notícia no dia seguinte. O problema é que ele se sentiu tão bem sem saber quem era o novo presidente dos EUA, que decidiu postergar a noção do resultado por mais um dia. Com isso, o "adiamento" da notícia da vitória de Donald Trump já chega a uma semana.

"Tendo me deixado fora da conturbação política e do caos da mídia digital, eu meio que me encontrei no centro do ciclone. E é muito pacífica a minha 'bolha' da ignorância", diz Joe Chandler ao Fox 5 Atlanta.

Como ele mora sozinho e trabalha em casa, decidiu não conferir as redes sociais nem assistir ao noticiário na televisão. As poucas notícias que recebe são repassadas pela filha, que filtra o conteúdo, sem deixar transparecer qual candidato saiu consagrado nas urnas. Joe ficou sabendo, por exemplo, que estão sendo realizadas manifestações contra Trump em vários pontos do país, mas não foi informado do motivo que levou as pessoas a irem às ruas protestar.

Quando sai de casa, o americano "alienado" usa um abafador de som nos ouvidos e um cartaz com os dizeres "Eu não sei quem venceu e não quero saber. POR FAVOR, NÃO ME DIGA". Quando passa pelas máquinas de venda de jornais, faz questão de desviar os olhos. "Não era fã de nenhum dos candidatos, mas sei muito bem qual regime não queria que ganhasse de forma alguma", comenta Joe Chandler à emissora de TV.

(com The Huffinton Post)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade