Já estão disponíveis os locais de prova de quem teve o Enem adiado

Mais de 271 mil candidatos farão provas do Exame do Ensino Médio nos dias 3 e 4 de dezembro

por Encontro Digital 22/11/2016 10:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação
Segundo o Ministério da Educação, as provas do Enem que foram adiadas para dezembro terão a mesma dificuldade das realizadas em novembro para 5,8 milhões de candidatos (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação)
Os locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adiado devido às escolas ocupadas estão disponíveis na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (Inep) na internet. Os estudantes farão as provas nos dias 3 e 4 de dezembro. Os mais de 271 mil candidatos que tiveram a prova adiada poderão consultar os novos locais na internet e no aplicativo do Enem, disponível para Android, iOS e Windows Phone.

A recomendação é que os estudantes conheçam antes o local da prova para evitar atrasos no dia do exame. O esquema da segunda aplicação será semelhante ao da primeira. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, no horário de Brasília. As provas começam a ser aplicadas às 13h30.

No primeiro dia, os candidatos terão 4h30 para responder a 90 questões das áreas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias. No segundo dia serão 5h30 para as provas de redação, linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Adiamento

Para a maioria dos candidatos (5,8 milhões), o Enem foi aplicado nos dias 5 e 6 de novembro. Devido às ocupações de escolas, universidades e institutos federais, o Ministério da Educação adiou o exame para um grupo de estudantes que fariam a prova em 405 locais, de diferentes estados. Quem teve a prova adiada recebeu um aviso do Inep por mensagem no celular e e-mail.

A ocupação de escolas ocorre em diversos estados, em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos, e contra a proposta de reforma do ensino médio.

As provas de dezembro são diferentes daquelas aplicadas no início do mês, mas manterão o mesmo nível de dificuldade, o que, de acordo com o Inep, garantirá a isonomia entre os candidatos. O resultado do Enem será divulgado para todos os participantes no dia 19 de janeiro.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários