Sensitivo brasileiro acertou o resultado da eleição nos Estados Unidos

Conforme noticiou a Encontro, Jucelino Nóbrega da Luz teria previsto, em 2015, que Donald Trump seria eleito

por João Paulo Martins 09/11/2016 09:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/DonaldTrump/Reprodução
O novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (dir.), acompanha a apuração das eleições ao lado do vice, Mike Pence e da mulher Melania Trump (ao fundo) (foto: Facebook/DonaldTrump/Reprodução)
Não se fala em outra coisa nesta quarta, dia 9 de novembro. Com a vitória do candidato republicano Donald Trump na eleição presidencial dos Estados Unidos, o mundo está apreensivo em relação ao que podemos esperar do novo presidente a partir de 2017. Em meio a isso, um fato curioso chama a atenção: o sensitivo brasileiro Jucelino Nóbrega da Luz teria previsto, em setembro de 2015, a vitória do magnata americano.

Conforme foi noticiado pelo site da Encontro na segunda, dia 7 de novembro, no final do ano passado, o paranaense Jucelino da Luz, que ficou famoso no Brasil por ter supostamente previsto a morte de Michael Jackson e os ataques de 11 de setembro de 2001, teria enviado uma carta ao escritório da ex-secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton, informando que se ela fosse candidata a presidente pelo Partido Democrata, perderia a eleição.

No suposto documento que foi divulgado no site oficial do sensitivo brasileiro, ele diz que não o momento não era favorável para Hillary Clinton se candidatar ao cargo principal, e que só teria chance de fosse vice de um nome forte como o do senador democrata Bernie Sanders. "Seria melhor, neste momento importante, que ela fosse vice-presidente ou estivesse novamente no cargo de secretária de Estado. Isto daria força para o Partido Democrata vencer as eleições presidenciais nos EUA. Mas, se ela resolver concorrer por conta própria, vai perder. E isto vai acabar com todo o trabalho que ela construiu", diz o trecho da suposta carta enviada por Jucelino Nóbrega da Luz ao escritório da ex-primeira dama.

O paranaense de 56 anos diz ainda no texto datado de 1º de setemnro de 2015 que o momento era extremamente favorável ao candidato Donald Trump e que a vitória dele seria "muito ruim para os Estados Unidos da América".
Jucelinoluz.com.br/Reprodução
Suposto documento em inglês enviado pelo sensitivo brasileiro Jucelino Nóbrega da Luz à então pré-candidata ao governo dos EUA, Hillary Clinton (foto: Jucelinoluz.com.br/Reprodução)

Últimas notícias

Comentários