Conheça o maior diamante já descoberto nos últimos 100 anos

O Lesedi la Rona, encontrado em Botsuana, em 2015, possui mais de 1,1 mil quilates

por João Paulo Martins 02/01/2017 16:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sothebys.com/Reprodução
O diamante Lesedi la Rona é o maior já encontrado em 100 anos, com 1,1 mil quilates. Ele foi colocado à venda em 2016, mas não alcançou o valor esperado de 52 milhões de libras (R$ 209 milhões) (foto: Sothebys.com/Reprodução)
Imagine um diamante bruto, extremamente puro, do tamanho de uma boa de tênis. Essa é a dimensão aproximada do Lesedi la Rona, descoberto numa mina de diamantes em Botsuana, em novembro de 2015. Seu peso é de incríveis 1,1 mil quilates e acredita-se que tenha se formado há mais de 2,5 bilhões de anos. Curiosamente, seu nome significa "nossa luz" em tsuana, idioma falado no país africano.

O diamante Lesedi la Rona foi minerado pela empresa canadense Lucara Diamond Corp, que o colocou à venda na tradicional casa de leilões Sotheby's, em Londres, Inglaterra. Ele chegou a ser leiloado em junho de 2016, mas como o lance máximo foi de 45 milhões de libras (R$ 180 milhões), bem abaixo dos 52 milhões de libras (R$ 209 milhões) estipulado pela mineradora, a venda foi cancelada.

Além de ter uma pureza extraordinária, classificado como IIA, ou seja, faz parte do seleto grupo de 2% das gemas que alcançam esse teor, o diamante Lesedi la Rona é o maior já encontrado nos últimos 100 anos. Ele só perde, em tamanho, para o Cullinan, que tinha de 3,1 mil quilates e foi encontrado na África do Sul, em 1905. A "gigantesca" pedra foi dada de presente para o rei Edward VII, da Inglaterra. Posteriormente, o diamante sulafricano foi cortado em nove gemas menores, que, atualmente, fazem parte das joias da coroa inglesa.

Últimas notícias

Comentários