Aparição de suposto lobisomem causa temor em cidade do Mato Grosso do Sul

A população usou foice e pedaços de madeira para 'caçar' o estranho animal que teria aparecido em Iguatemi

por João Paulo Martins 22/02/2017 10:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Moradores de uma cidade do interior do Mato Grosso do Sul dizem que um suposto lobisomem teria sido visto na região na segunda, dia 20 de fevereiro (foto: Pixabay)
Na noite de segunda, dia 20 de fevereiro, a Polícia Militar foi acionada na cidade de Iguatemi, no Mato Grosso do Sul, que fica a 466 km de distância de Campo Grande. A informação dada pelos moradores era de que, por volta das 23h55, um animal estranho, com estrutura parecida com a de um "lobisomem", teria sido avistado na região. As informações são do portal de notícias Campo Grande News.

Tudo começou quando uma mulher, que não foi identificada, repassou uma mensagem de áudio no aplicativo WhatsApp para os vizinhos, relatando que um animal trombou no carro dela, quando passava pelo bairro Jardim Valoszek Konrad, em Iguatemi. Segundo a suposta "vítima", não foi possível reconhecer se era um lobo ou um cachorro, mas a "criatura" seria muito "feia".

Quando so policiais chegaram ao local da ocorrência, encontraram moradores armados com foices e pedaços de madeira, numa espécie de comitiva para caçar o "lobisomem".

No próprio boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Iguatemi, é citada a informação de que o animal supostamente avistado por moradores teria a aparência da lendária criatura metade gente e metade lobo. "De imediato a equipe se deslocou até o local, onde havia várias pessoas que empunhavam pedaços de madeira e foice, que, segundo os mesmos, estariam na captura de um ser esranho que cruzou no meio da via, atacando inclusive um veículo que passava no momento, adentrando em seguida um matagal próximo", diz o relato oficial assinado pelos policiais Cláudio Jair Guckert, Valdinei Gonçalves Junior, Jorge Junior Ferreira, Claudecir Junior e Diego Roberto Wilhans.

Apesar da ação da PM, não foi encontrado nenhum animal no local com as características descritas pelos moradores.

No YouTube foi publicado um vídeo da "caçada" ao suposto lobisomem no Mato Grosso do Sul, confira:

Últimas notícias

Comentários