Publicidade

Estado de Minas INTERNET

É verdade que o Lula culpou o juiz Sérgio Moro pela morte de Marisa Letícia?

Circula pelo WhatsApp um texto que, supostamente, é proveniente de uma declaração do ex-presidente após a morte cerebral de sua mulher


postado em 03/02/2017 18:05 / atualizado em 03/02/2017 18:26

Desde que ganhou popularidade no Brasil, há cerca de quatro anos, o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp se tornou o principal meio para a divulgação de boatos. Certamente, você já recebeu inúmeras mensagens de textos que abordam temas polêmicos, como saúde, segurança pública e, principalmente, a politica brasileira. Agora, uma mensagem falsa que circula pelo aplicativo é sobre o AVC sofrido pela ex-primeira-dama Marisia Letícia, que a levou à morte cerebral.

De acordo com o texto controverso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria feito um pronunciamento no qual atribui a culpa pela doença que vitimou sua esposa ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos judiciais da operação Lava Jato, da Polícia Federal. Além disso, de acordo com a mensagem, Lula estaria culpando, também, a justiça e o povo brasileiro.

Para descobrir que se trata apenas de um boato, basta observar que os títulos dos textos que circulam no WhatsApp  não condizem com o conteúdo da mensagem. Um dos títulos diz "Lula culpa Sérgio Moro e a Lava Jato por AVC de sua mulher". Porém, a única fala do ex-presidente que consta no texto é: "A pressão e a tensão fazem as pessoas cheguem ao ponto que a Marisa chegou". Observe que, em momento algum, Lula cita qualquer pessoa como culpada pela doença e morte de Marisa Letícia.

O site Boatos.org, especializado em desvendar mentiras que circulam na internet, também analisou as supostas declarações de Lula e conclui que não é verdade que o ex-presidente culpou o juiz Sérgio Moro, a Operação Lava Jato, a justiça ou mesmo o povo brasileiro pelo ocorrido com a ex-primeira dama Marisa Letícia. No entanto, a fala do petista não foi inventada. Ela foi retirada de uma reportagem publicada pelo portal Uol, repercutindo uma conversa de Lula com simpatizantes, no dia 31 de janeiro deste ano, enquanto Marisa Letícia estava internada no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Esta é a fala do Lula a representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens, publicada pelo Uol, e que foi distorcida nas mensagens que estão circulando no WhatsApp: "Eu acho que a pressão e a tensão fazem as pessoas chegarem ao ponto que a Marisa chegou. Mas isso não vai fazer eu ficar chorando pelos cantos. Vai ficar apenas batendo na minha cabeça, como mais uma razão para que a luta continue".

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade