Confira alguns tratamentos para as estrias causadas pela gravidez

Especialista fala sobre esse problema que costuma afetar as mulheres grávidas

por Da redação com assessorias 15/05/2017 09:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Como mostra a especialista, é normal que surjam estrias no corpo da mulher grávida, especialmente na região da barriga (foto: Pixabay)
Durante a gravidez, a mulher passa por uma série de transformações no organismo, que servem como preparação para receber a nova vida. Com isso, é normal que a futura mamãe se preocupe com alterações estéticas, como é o caso do surgimento de estrias.

"As estrias são formadas a partir do rompimento das fibras elásticas na camada intermediária da pele, onde estão situadas as estruturas de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade e tonicidade do tecido. No caso das gestantes, durante a gravidez, há uma superprodução de estrógeno, hormônio que, em grande quantidade, interfere negativamente na fabricação de colágeno e elastina", explica Ingrid Peres, gerente científica e fisioterapeuta da Onodera Estética.

Ainda de acordo com a especialista, as lesões geralmente aparecem no terceiro trimestre de gravidez, época em que a distensão da pele na região abdominal é intensa. "No entanto, algumas mamães podem ter estrias antes mesmo do terceiro trimestre, devido ao ganho de peso. Por isso, é importante controlar a alimentação e praticar atividades físicas recomendadas pelo obstetra. Outra dica é intensificar a hidratação com cremes específicos para cada tipo de pele", recomenda Ingrid Peres.

Tratamento

Geralmente, seis meses após a gestação, as cicatrizes vão perdendo a cor e ficando mais claras do que a pele em volta. "Se, após esse período, as mães ainda estiverem insatisfeitas com as marcas, existem tratamentos estéticos que podem ajudar a amenizá-las. É importante lembrar que antes de iniciar qualquer procedimento, é necessário passar pela consulta de um especialista", alerta a fisioterapeuta.

Abaixo, a especialista enumera algumas técnicas modernas que ajudam a tratar as estrias após a gravidez:

  • Laser fracionado: aparelho de última geração que permite um tratamento contra estrias seguro, profundo e eficaz durante todo o ano. É indicado também para os casos mais graves. Cada sessão dura 30 minutos e pode ser realizada apenas uma vez por mês

  • Microdermoabrasão: também conhecido pelo nome de peeling de cristal, promove a melhora das manchas superficiais, dando a aparência mais macia e suave. Cada sessão dura 60 minutos e são necessárias, no mínimo, 10 sessões, uma vez por semana

  • Peelings: promove um processo de esfoliação que produz descamação da pele, propiciando a renovação celular e contribuindo para a formação de colágeno. O resultado é a melhora na qualidade da pele e, consequentemente, da estria. É um método que leva cerca de 20 minutos, realizado exclusivamente por médicos capacitados e não interfere na rotina

Últimas notícias

Comentários