Uso excessivo do celular pode enfraquecer as mãos

Isso é o que mostra um estudo realizado nos Estados Unidos

por Vinícius Andrade 05/05/2017 15:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pexels
O estudo da universidade americana mostra que ficar muito tempo digitando no celular pode causar enfraquecimento dos dedos (foto: Pexels)
Se você é daquelas pessoas que não desgrudam do celular, fique atento, pois o hábito de digitar por longos períodos nos aparelhos pode enfraquecer a mão dos usuários, especialmente a dos homens. Pelo menos é o que diz o estudo realizado pela Universidade Estadual Winston-Salem, na Carolina do Norte, Estados Unidos, e publicado no jornal oficial da Sociedade Americana de Terapeutas da Mão – o Journal of Hand Therapy.

O estudo reuniu 237 pessoas saudáveis (83 homens e 154 mulheres) com faixa etária entre 20 e 34 anos. Os pesquisadores mediram a força com que os participantes empurravam o dedo polegar contra o indicador. O resultado foi comparado a um teste semelhante realizado em 1985.

Todos os homens submetidos ao teste e as mulheres entre 20 e 30 anos apresentaram dedos mais fracos. Já as mulheres entre 30 e 34 anos não demonstraram alteração em relação às participantes da década de 1980.  A explicação para isso, segundo os pesquisadores americanos, é que esse público não está totalmente inserido no mundo tecnológico.

A pesquisa sugere que as pessoas maneirem no uso dos smartphones. A recomendação é que os usuários façam pequenas pausas ao longo do dia, de três a cinco minutos, e aqueça o polegar, esticando-o para a cima e dobrando-o em forma de "L", de duas a três vezes a cada hora.

Últimas notícias

Comentários