Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Cuidado com a cistite no Inverno

Essa inflamação da bexiga causa dor intensa e pode ser evitada coma ingestão adequada de líquidos


''

No Inverno, é normal que as pessoas tomem menos água e acabem urinando menos. O problema é que essa atitude pode evoluir para uma inflamação ou infecção no sistema urinário. Como explica o nefrologista Paulo Cicogna, da fundação Pró-Rim, o problema mais comum, nesse caso, é a cistite, ou seja, a inflamação da bexiga, órgão que armazena a urina.

Segundo o especialista, a doença afeta mais as mulheres por questões anatômicas, mas os homens também não estão livres do problema. A inflamação também pode ser causada por alguns medicamentos, principalmente os que são utilizados no tratamento do câncer, de acordo com o médico.

A cistite costuma provocar dor intensa, porque a bexiga é um órgão muito sensível e o mecanismo de encher e esvaziar, ao urinar, provoca distensão e contração do órgão doente. "É uma reação involuntária e por isso mesmo, durante um episódio de cistite, aumenta o número de vezes que a pessoa sente necessidade de urinar, justamente para evitar estas distensões e contrações", explica Paulo Cicogna.

O nefrologista esclarece que a suspeita da doença pode ser confirmada pelo forte odor e pela coloração da urina, mas, o diagnóstico adequado é sempre feito por meio de exame com cultura. "A cistite simples não provoca febre. Caso ela ocorra, há o comprometimento sistêmico, ou seja, a infecção é agressiva", informa o médico.

Qual a melhor forma de se prevenir a cistite? O especialista garante que algumas medidas podem ajudar. Entre elas, a ingestão adequada de líquidos, de preferência, água pura. É preciso também tentar urinar a cada três horas, especialmente as mulheres.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade