Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Micro e pequenas empresas foram as grandes responsáveis pela geração de emprego em maio

Os pequenos negócios criaram quase 136 mil novos postos de trabalho


postado em 23/06/2017 10:54 / atualizado em 23/06/2017 11:11

Do total das 34,2 mil vagas de trabalho criadas em maio deste ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 31,2 mil, o que corresponde a 91% do total de novos empregos gerados no período. As médias e grandes empresas responderam pela criação de dois mil postos de trabalho, e a administração pública, por 955 vagas.

Os dados são do levantamento feito mensalmente pelo Sebrae com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. "O número de postos de trabalho criados pelos pequenos negócios é 15 vezes superior ao das empresas de médio e grande portes. Mais uma vez, as micro e pequenas empresas puxaram a geração de empregos no Brasil", comenta Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae.

Entre janeiro e maio, os pequenos negócios do setor de serviços lideraram a geração de empregos no país, com a criação de 111,4 mil novos postos de trabalho. Em maio, o setor que mais contribuiu para o bom desempenho das micro e pequenas empresas na contratação de empregados foi o da agropecuária, com a criação de 26,5 mil vagas, em virtude da sazonalidade do setor. No mesmo período, os serviços geraram quase 12 mil novos postos, impulsionado pelas atividades de imobiliárias, serviços médicos, odontológicos, veterinários e ensino. A construção civil também apresentou saldo positivo de 2,4 mil empregos. Já a indústria, o comércio e o extrativismo mineral encerraram vagas, com as extinções de, respectivamente, seis mil, 3,9 mil e 230  postos de trabalho nos pequenos negócios.

Desde o início do ano, as micro e pequenas empresas acumulam um saldo positivo de 135,9 mil novos empregos, enquanto as médias e grandes extinguiram 127,4 mil postos de trabalho. No mesmo período do ano passado, o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios era negativo em 72,9 mil.

(com Agência Sebrae de Notícias)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade