Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Atenção para as doenças que afetam os olhos no Inverno

Tempo seco e frio é propício para doenças oportunistas, como a conjuntivite


postado em 11/07/2017 09:49

Os dias frios e secos do Inverno exigem atenção, já que, nesta época, surgem várias doenças, inclusive as que podem comprometer a visão. O alerta é da oftalmologista Renata Rezende, professora de pós-graduação da PUC Rio. A médica lembra que, nesta estação do ano, é comum ocorrerem casos de alergia ocular em pacientes que com predisposição.

Segundo ela, no Inverno também é comum o aparecimento de doenças virais que afetam os olhos. Com relação à alergia, a especialista esclarece que, no Brasil, a doença normalmente é desencadeada por ácaros, muito presentes, por exemplo, nas cobertas e roupas de frio que ficam muito tempo guardadas. "Quando eles têm contato com este tipo de vestuário ou de coberta, desencadeiam as crises alérgicas e o olho normalmente é afetado, nesta época, por conta disso", comenta a médica.

Cuidados

Para evitar as alergias, Renata Rezende sugere a lavagem das cobertas e dos agasalhos antes de usar. Além disso, aconselha a manter janelas abertas durante um período do dia para fazer a ventilação da casa. "É uma época que a gente tira tudo do armário para usar. Então, antes de usar, deixe 'tomar' um Sol, para arejar, lavar, porque isso diminui a concentração de ácaros. Deixe as janelas abertas, mesmo no frio, para não ficar com um ambiente muito fechado. É preciso circular o ar", alerta a especialista.

Outra medida eficaz é sempre lavar as mãos e evitar levá-las ao nariz, boca e olhos. "É preciso perder o hábito de levar a mão à face. É um cuidado importante, porque vai ajudar a prevenir uma infecção respiratória", diz a professora da PUC Rio. Ela lembra também que deve-se evitar o hábito de esfregar os olhos com as mãos, pois isso pode agravar o quadro das doenças.

Conjuntivite

Outro fator que contribui para os problemas de saúde ocular no Inverno é a infecção viral causada pelo adenovírus, que provoca gripe e infecções respiratórias. De acordo com Renata Rezende, o paciente fica com baixa imunidade, o que permite o surgimento de doenças como a conjuntivite.

"A conjuntivite que dá nesta época é mais associada a situações em que o paciente já está gripado. É aquele adenovírus na via aérea superior que também pega a superfície ocular. Não é a epidemia que a gente vê no Verão. É uma conjuntivite mais branda, mas afeta os dois olhos", explica a especialista.

(com Agência Brasil)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade