Honda faz recall do Accord

Segundo montadora, modelo teria problema em sensor da bateria

por Encontro Digital 13/07/2017 17:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Honda/Divulgação
(foto: Honda/Divulgação)
A montadora japonesa Honda emitiu um comunicado nesta quinta, dia 13 de julho, com o recall do modelo Accord, convocando os proprietários do carro para comparecerem a uma concessionária da marca, a partir de 30 de agosto, para substituição do sensor responsável pelas medições de tensão, corrente, resistência e temperatura da bateria.

A Honda informa que foi constatada infiltração de líquido no interior do sensor, o que pode acarretar em curto-circuito e aquecimento do sensor, com possibilidade de incêndio. Tais situações podem causar danos materiais e lesões graves, ou fatais, aos ocupantes dos veículos e terceiros, de acordo com a montadora.

Em nota, a Fundação Procon de São Paulo afirma que "os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos". O órgão paulista de defesa do consumidor mantém, desde 2002, um banco de dados com informações sobre todas as campanhas de recall realizadas no Brasil.

Confira, abaixo, as especificações do Accord que faz parte do recall:

  • Ano/modelo 2013 – Chassis finais: DA530001 a DA530108 – Data de produção: 18/7/2012 a 10/7/2013

  • Ano/modelo 2014 – Chassis finais: EA530001 a EA530221 – Data de produção: 10/9/2013 a 6/5/2014

  • Ano/modelo 2015 – Chassis finais: FA530001 a FA530094 – Data de produção: 17/1/2015 a 9/6/2015

  • Ano/modelo 2016 – Chassis finais: GA530001 a GA530010 – Data de produção: 14/5/2015 a 2/9/2015

Para agendar o recall ou obter maiores informações, o proprietário do veículo com um dos chassis citados acima deve entrar em contato com a Honda pelo telefone 0800-7013432 ou pelo site da montadora.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários