Publicidade

Estado de Minas VEíCULOS

Kicks nacional fica mais abrangente

A Nissan apresenta mudanças em seu SUV


postado em 05/07/2017 10:32 / atualizado em 06/07/2017 14:04

O Nissan Kicks 2018 chega ao mercado, agora como produto nacional, montado na fábrica de Resende (RJ). Antes oferecido apenas em duas versões, o SUV médio compacto tem agora quatro versões de acabamento.

Entre as novidades está a introdução da transmissão manual de cinco marchas para a versão S, de entrada. Além disso ganhou novas soluções tecnológicas e de acabamentos para dar mais segurança e conforto ao uso nos sofríveis pavimentos brasileiros.

Os preços sugeridos começam em R$ 70.500 e chega a R$ 94.900. Em relação ao importado do México, o Kicks nacional ficou mais caro em R$ 1.400 na versão SL e mais barato em R$ 1.600 na versão SV, informou a Nissan, por meio de sua assessoria de imprensa.

Entre os equipamentos introduzidos pelo Nissan Kicks brasileiro estão os inéditos – para o segmento – alerta de colisão e assistente inteligente de frenagem, itens opcionais para a versão topo de linha SL. O crossover compacto também o sistema multimídia Nissan Multi-App.

Os novos itens juntam-se à lista de equipamentos que o carro trouxe para os brasileiros no ano passado, quando foi lançado mundialmente no Brasil durante os Jogos Rio 2016. Entre eles, a Visão 360 graus com Sistema Inteligente de Câmeras, o Monitoramento Inteligente de Pontos Cegos (Moving Object Detection), o Controle Inteligente de Chassi (Chassi Control), que reúne o Controle Inteligente em Curvas (Active Trace Control), o Estabilizador Inteligente de Carroceria (Active Ride Control) e o Controle Inteligente de Freio Motor (Active Engine Brake), que atuam na suspensão, freios e também na estabilidade.

(foto: Fábio Doyle/Encontro)
(foto: Fábio Doyle/Encontro)

O conjunto mecânico mantém o motor 1.6 16V (potência de 114 cv a 5.600 rpm e torque máximo de 15,5 kgfm a 4.000 rpm) casado com o câmbio XTRONIC CVT, que tem potência e desempenho adequados graças principalmente ao fato de o Kicks ter o menor peso da categoria e boa aerodinâmica.

Para a versão de entrada o pacote de itens de série é bem completo. Ele inclui airbags duplos frontais (item obrigatório por lei); ar-condicionado; alarme perimétrico; acabamento de tecido nos bancos; fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX); cinto de segurança de três pontos para todos os cinco passageiros; freios ABS com EBD e assistência de frenagem (BA); rádio com entrada para mp3 player, conector USB e Bluetooth para conexão de telefones celulares; retrovisores com regulagem elétrica;  coluna de direção com ajustes de altura e profundidade; direção com assistência elétrica e com comandos do computador de bordo, comando de telefone e rádio no volante; rodas de aço de 16 polegadas com calotas; sistema de partida a frio FLEX START; travamento central automático das portas com o veículo em movimento e vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico. A versão pode também ser equipada, opcionalmente, com os controles de tração e estabilidade (VDC) e o sistema inteligente de partida em rampa (HSA), itens que fazem parte do Pack Safety e custa R$ 1.200.

A versão que deverá ser a mais vendida, segundo Juliana Fukuda, gerente de marketing da Nissan, será a S equipada com transmissão XTRONIC CVT com modo Sport, que tem preço sugerido de R$ 79.200. Esta versão, além do câmbio, traz todos os itens de série da S manual com o “Pack Safety” e, além disso, agrega rodas de liga leve aro 16 calçadas em pneus 205/60 R16 e faróis de neblina.
(foto: Fábio Doyle/Encontro)
(foto: Fábio Doyle/Encontro)

Como principais concorrentes do Kicks, o fabricante aponta o Honda HR-V, o Hyundai Creta, o Renault Captur e o Jeep Renegade. O Nissan ressalta que o seu SUV é o mais leve de todos e o mais econômico em consumo de combustível (veja o quadro comparativo nesta reportagem). No ranking da Fenabrave dos mais vendidos, por emplacamento, o Kicks fechou o mês de junho na sexta posição entre os SUVs, com 12.766 unidades registradas no acumulado janeiro a junho de 2017. A liderança é do Honda HRV (23.218), seguido pelo Jeep Compass (22.003), Jeep Renegade (17.792), Hyundai Creta (17.323) e Ford Ecosport (14.182).

Na nova gama de versões do Kicks, merece comentário a introdução do câmbio manual de cinco marchas. Para os puristas, que gostam de realmente ter o carro sob controle total do motorista, a versão com a transmissão manual deve agradar bem. Após o test-drive de nossa reportagem com versões equipadas com o câmbio CVT, utilizamos um trecho que contorna a fábrica de Resende, que mais parece um circuito camuflado, para experimentar a versão com câmbio manual. Gostamos muito. Com o câmbio na mão o desempenho do motor 1.6 do Kicks em acelerações, retomadas e reduzidas transmitia a sensação de estar em outro carro, com motor mais nervoso. Nas curvas de maior velocidade uma positiva surpresa foi a estabilidade e firmeza dessa versão do Kicks. Nem parecia um SUV, normalmente mais “flutuante” em estradas sinuosas.

Confira, abaixo, os preços sugeridos pela Nissan, segundo cada modelo:

S MT 1.6l: R$ 70.500 (kit opcionais pack safety por R$ 1.200)

S CVT 1.6l: R$ 79.200

SV CVT 1.6l: R$ 85.600 (kit opcionais pack plus por R$ 3.000)

SL CVT 1.6l: R$ 94.900 (kit opcionais pack tech por R$ 2.400)

* Viajou a convite da Nissan do Brasil

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade