Quase 90% dos turistas que visitaram o Brasil em 2016 gostaram da experiência

Pesquisa do Ministério do Turismo mostra que visitantes saem do país com uma boa impressão

por Encontro Digital 13/07/2017 11:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Macieira/Riotur/Divulgação
Como mostra a pesquisa feita pelo Ministério do Turismo com visitantes estrangeiros que estiveram no Brasil em 2016, a cidade do Rio de Janeiro continua sendo o destino preferido (foto: Alexandre Macieira/Riotur/Divulgação)
Uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo e divulgada nesta quinta, dia 13 de julho, aponta que 95% dos turistas estrangeiros que estiveram no Brasil em 2016 têm intenção de voltar ao país. O levantamento levou em conta 16 itens de infraestrutura e serviços turísticos, como hospitalidade, gastronomia, aeroportos, segurança e limpeza. Ao todo, 37.634 turistas foram entrevistados.

À exceção da categoria "telefonia e internet", que recebeu o menor índice de aprovação (69,6% dos entrevistados), os demais 15 itens receberam avaliações superiores à 70%, como a hospitalidade (98 %), alojamento (95,7 %), gastronomia (95,4 %) e restaurantes (95 %). A avaliação final da experiência no Brasil foi positiva para 87,7% dos entrevistados.

Ao todo, 56,8% dos turistas que visitaram o Brasil em 2016 vieram da América do Sul, um crescimento de 32,2% em cinco anos. Os argentinos seguem na liderança entre os vizinhos e representam 34,9% do total de visitantes no país. Somada às participações de Paraguai (4,8 %), Chile (4,7 %) e Uruguai (4,3 %), respondem por 48,7% do receptivo brasileiro.

A segunda principal origem dos turista são os Estados Unidos que, em 2016, enviou pouco mais de 570 mil visitantes. França e Alemanha são os destaques entre os países europeus, ocupando respectivamente a 6ª e a 7ª posição.

Apesar de representarem maioria entre os estrangeiros que nos visitam, os sul-americanos gastam pouco em nosso país. A pesquisa revela que os turistas provenientes dos países europeus e dos Estados Unidos têm um gasto per capita, de aproximadamente o dobro do verificado entre os visitantes da América do Sul, com destaque para os norte-americanos que gastaram US$ 1.234 (cerca de R$ 3.900), quase 2,2 vezes mais que os argentinos (US$ 548,92).

Destinos

O turismo de "Sol e praia" continua sendo o principal atrativo no Brasil, equivalendo a 68,8% da motivação das viagens de lazer. Já 16,6% dos estrangeiros buscavam natureza, ecoturismo ou aventura em sua experiência em nosso país e 9,7% citaram o turismo cultural com principal motivo da escolha pelo país. Os entrevistados também destacaram como motivação a visitas a amigos e parentes (21%) e negócios, eventos e convenções (18,7 %).

O Rio de Janeiro continua sendo o destino turístico preferido no turismo de lazer, representando 32,2% desse grupo, seguido por Florianópolis (17,9 %), Foz do Iguaçu (13,2 %) e São Paulo (9,1 %).

No turismo de negócios, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte são as mais visitadas.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários