Em reunião na ALMG, presidente da Usiminas comemora recuperação da empresa

Siderúrgica volta a ter lucro e pretende reabrir alto forno na cidade de Ipatinga

por Encontro Digital 20/09/2017 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Usiminas/Divulgação
A Usiminas conseguiu um resultado expressivo no segundo trimestre deste ano, o que levará a siderúrgica a reabrir o alto forno na cidade de Ipatinga, do Vale do Aço, em Minas (foto: Usiminas/Divulgação)
Após dois anos de prejuízos, a Usiminas volta a dar resultados positivos, o que vai propiciar a reativação de um alto forno na cidade de Ipatinga, no Vale do Aço (MG), gerando 120 novos empregos, e a antecipação do pagamento de uma parcela de sua dívida.

A notícia foi transmitida por Sérgio Leite de Andrade, presidente do grupo empresarial, em audiência pública realziada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na terça-feira, dia 19 de setembro.

Solicitada pelo deputado Duarte Bechir (PSD) e comandada pelo presidente da comissão, deputado Roberto Andrade (PSB), a reunião discutiu ações e planos de investimentos da Usiminas para o próximo biênio.

Sérgio Andrade detalhou que o fechamento do segundo trimestre deste ano mostrou um resultado melhor em relação aos últimos 13 trimestres, chegando a R$ 750 milhões – sem contar impostos e outros efeitos financeiros.

Ainda segundo o executivo da Usiminas, a crise econômica em 2015 gerou uma deterioração consecutiva das finanças da empresa. Com isso, a siderúrgica pediu aos acionistas um aporte de capital da ordem de R$ 1 bilhão para manter as operações, no que foi atendida pelos três maiores acionistas – Techint, Nippon Steel e Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

Outra ação importante foi a interrupção do pagamento das amortizações da dívida da empresa. "Conseguimos renegociar a dívida, atualmente da ordem de R$ 7 bilhões, para mais 10 anos e com três anos de carência para o pagamento da primeira parcela", comemora Sérgio Andrade.

Na audiência da ALMG, o presidente da Usiminas esclareceu que a gestão da empresa foi reestruturada com foco na geração de resultados. Criou-se o chamado Grupo dos Dez, responsável pela gestão e motivação da equipe. "Em maio de 2016, colocamos a meta de gerar R$ 100 milhões por mês", comenta Andrade.

Importância da Usiminas

Os parlamentares presentes na reunião elogiaram o presidente da Usiminas pelos resultados obtidos. "A atuação da empresa nos dá alívio e esperança; com o trabalho sério de toda a equipe, a Usiminas está construindo o presente de Minas e do Brasil e voltará a ser referência para o mundo", comenta o deputado Celinho do Sinttrocel (PCdoB).

Já a deputada Rosângela Reis (PV) diz estar orgulhosa "por saber que estão sendo traçados novos rumos para a Usiminas".

O deputado Agostinho Patrus Filho (PV) também se mostra feliz em ver que o resultado operacional melhora, que o valor das ações sobe e que a empresa recupera a sua pujança. "Se a Usiminas vai bem, a situação daquela região melhora com a geração de empregos e de desenvolvimento", afirma o parlamentar.

(com assessoria de imprensa da ALMG)

Últimas notícias

Comentários