Publicidade

Estado de Minas BRASIL

Receita Federal alerta para golpe praticado por meio de correspondência

Contribuintes estão recebendo uma falsa carta do Fisco, que visa roubar dados bancários


postado em 25/09/2017 11:45 / atualizado em 25/09/2017 11:46

A Receita Federal alerta para um golpe que está sendo realizado via correio, e não por e-mail, como é comum. O contribuinte recebe, por correspondência, em sua casa, uma suposta intimação pedindo que seja feita a regularização dos dados cadastrais. Na carta, há um endereço eletrônico para acesso e atualização de dados bancários. Porém, o endereço informado não tem nenhuma relação com o site da Receita, segundo informa o órgão.

Apesar de conter o logotipo e o nome da Receita Federal, a carta é uma tentativa de golpe e não tem qualquer relação com o Fisco. A orientação ao contribuinte é que, caso receba esse tipo de correspondência, destrua a carta e jamais acesse o endereço eletrônico indicado na mesma.

A Receita Federal adverte que, para fins de consulta, download de programas ou alterações de informações junto ao órgão, não devem ser acessados endereços eletrônicos diferentes dos oficiais. Caso o faça, o contribuinte estará sujeito a vírus e malwares, que podem roubar os dados pessoais, bancários e fiscais.

Em relação aos dados bancários de pessoas físicas, o contribuinte só os informa à Receita Federal, a seu critério, para fins de pagamento de imposto por débito automático ou para depósito de restituição do Imposto de Renda. Em ambos os casos, a informação é fornecida na Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física e pode ser alterada no site do Fisco, por meio do Extrato da Dirpf no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

Caso o contribuinte não consiga utilizar os serviços virtuais, ele deve procurar o centro de atendimento nas unidades da Receita Federal. Nenhum outro site ou endereço da internet está habilitado a fazer procedimentos em nome do órgão, ressalta o Fisco.

(com Agência Brasil)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade