Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Anvisa suspende lote de vermífugo

O Mentelmin não passou em testes feitos em laboratório do Rio de Janeiro


postado em 23/10/2017 15:58 / atualizado em 23/10/2017 16:25

Um vermífugo muito usado por adultos e crianças, e que combate micro-organismos como o Enterobius vermicularis, o Ascaris lumbricoides, o Ancylostoma duodenale e o Necator americanus, acaba de ter um lote suspenso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O medicamento Mentelmin, cujo princípio ativo é o mebendazol, de 100 mg, comprimido, teve o lote 160705 (válido até 6/2018), produzido pela empresa Theodoro F. Sobral & Cia Ltda., reprovado em ensaios de aspecto e dissolução do produto, de acordo com a Aniva.

O ensaio de aspecto avalia a aparência do produto e o teste de dissolução está relacionado com a forma como o organismo absorve o princípio ativo do medicamento.

A Anvisa informa que a interdição cautelar do lote do Mentelmin foi determinada com base no Laudo de Análise Fiscal nº 77.1P.0/2017, emitido pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro (Lacen-RJ), em decorrência do Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos, coordenado pela agência.

A medida, disponível na Resolução nº 2773, foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira, dia 20 de outubro e é válida por 90 dias.

(com portal da Anvisa)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade