Publicidade

Estado de Minas CIêNCIA

Brasileiros criam sistema que permite o atendimento médico à distância

Por meio de imagens holográficas, junta médica pode avaliar pacientes a milhares de quilômetros de distância


postado em 23/10/2017 13:52 / atualizado em 23/10/2017 14:12

Pesquisadores da Universidade Federal Fluminense (UFF) desenvolveram um projeto que permite a realização de diagnóstico médico à distância. A nova tecnologia, intitulada Sistema de Saúde Holográfica, permite que uma junta médica acompanhe o atendimento prestado a milhares de quilômetros, por meio de imagens em cores dos pacientes.

O sistema inclui um consultório virtual, que, além da maca, mesa e cadeira da sala de consultas tradicional, contará com uma webcam, microfone, iluminação especial e computador para transmissão de imagem holográfica do paciente.

O projeto prevê que um médico esteja junto do paciente, mas as imagens holográficas poderão ser transmitidas a outros profissionais, que podem estar localizados a quilômetros de distância. Ao receber as imagens, os médicos que estão distantes poderão avaliar o caso e interagir com o paciente.

A ideia é beneficiar os moradores de áreas mais remotas do país, permitindo que os diferentes problemas de saúde sejam avaliados por profissionais especializados, localizados em centros médicos mais equipados.

"Imagina um cenário em que você tem um médico numa região remota do país e ele é um clínico ou um recém-formado, que precisa de apoio de um especialista. O sistema serve como um apoio para esse profissional de saúde. Na verdade, essa é uma iniciativa de interiorização da Medicina", diz Ricardo Carrano, coordenador do Núcleo de Estudos de Tecnologias Avançadas da Escola de Engenharia da UFF.

O sistema já foi testado pela Marinha do Brasil, numa operação do navio de apoio às atividades na Antártida, e teve a sua utilização avaliada para os navios-hospitais que atendem a populações ribeirinhas da Amazônia.

Segundo a UFF, cada consultório virtual possui um custo estimado de menos de R$ 10 mil e utiliza equipamentos simples. Já o centro de saúde holográfica, onde será feita a projeção para a junta médica, pode chegar a R$ 700 mil.

(com Agência Brasil)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade