Sinais da idade nas mãos e nos pés podem ser corrigidos com cirurgia plástica

Procedimentos diminuem a flacidez e a escassez de pele, que deixam ossos, veias e tendões aparentes

por Da redação com assessorias 25/10/2017 17:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Livestrong.com/Reprodução
(foto: Livestrong.com/Reprodução)
Como diz o senso popular, o tempo é inexorável. Os sinais de que os anos estão apssando podem ser percebidos em algumas partes do corpo. Além dos cabelos brancos, os pés e as mãos, por serem as regiões do corpo que costumam ficar mais expostas, acabam refletindo o envelhecimento natural – ou mesmo precoce. Com pele mais fina e sensível, essas áreas se tornam castigadas pelo sol, podendo ficar mais flácidas, com manchas e até com ossos mais aparentes.

As mãos chamam ainda mais a atenção, por serem usadas no dia a dia seja como ferramenta de trabalho, seja ao gesticular durante uma conversa. Já os pés dependem muito da estação do ano e do local onde a pessoa está, pois, com o calor, o uso de sandálias e chinelos são mais comuns. Para tentar ocultar ou minimizar o efeito do tempo, muitos recorrem às cirurgias estéticas.

"É claro que a cirurgia plástica estética não mudará o formato do pé ou da mão de ninguém, mas poderá dar uma renovada no visual, recuperando a autoestima daqueles que se sentem incomodados com estas regiões do corpo", comenta o médico Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica, em São Paulo.

O procedimento estético realizado nessas regiões do corpo é indicado para pessoas com perda de tecido conjuntivo ou alta flacidez, quando ossos, veias e tendões ficam mais aparentes, além do envelhecimento próprio da pele. O especialista esclarece que, dependendo do caso, pode ser retirado o excesso de pele ou realizado um preenchimento com enxerto de gordura ou uma substância biocompatível permanente, que recupera o volume, corrige as rugas e as marcas de expressão. Com isso, os pés e as mãos ganham uma aparência mais uniforme do dorso, diminuindo a quantidade de rugas finas.

Vale lembrar que qualquer procedimento cirúrgico depende do diagnóstico do médico e pode mudar de pessoa para pessoa.

Para as mãos e os pés, além da cirurgia plástica, Arnaldo Korn indica também os procedimentos dermatológicos que ajudam a tratar as manchas. "Isso é necessário, porque a cirurgia plástica corrige a forma e a funcionalidade, mas a pele precisará ainda de tratamento estético especial", completa o médico.

Últimas notícias

Comentários