Pesquisa mostra que brasileiros são generosos e gostam de doar

Além da satisfação pessoal, motivo que leva à doação é a ajuda ao próximo

por Encontro Digital 14/11/2017 17:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
O brasileiro é generoso e se sente bem ao exercer a generosidade. Essa foi a descoberta feita pela pesquisa Country Giving Report Brazil, feita pela fundação Charities Aid, que é ligada à caridade e sediada no Reino Unido. Segundo a investigação, 68% dos brasileiros fizeram alguma doação em dinheiro no último ano e metade deles foi movida pelo desejo de bem-estar pessoal. O levantamento ouviu 1.313 maiores de 18 anos com acesso à internet distribuídos por todo o país.

"Os brasileiros estão engajados nas causas sociais e dispostos a contribuir para a solução de problemas", comenta Paula Fabiani, diretora-presidente do Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social, voltado ao apoio ao investidor social e que foi responsável pela realização na pesquisa no Brasil.

Segundo a pesquisa britânica, feita entre junho e julho deste ano, cada doador desembolsou em média R$ 250 nos últimos 12 meses. Se entre os que ganham mais os valores doados são maiores, quem tem rendimento menor fez doações proporcionalmente mais generosas.

Em outras palavras, na faixa dos que recebem mais de R$ 100 mil ao ano, a média doada foi de R$ 352, enquanto aqueles cuja renda é inferior a R$ 10 mil anuais doaram R$ 120, em média. Este ano o levantamento não avaliou o montante total doado pelos brasileiros, mas, conforme a pesquisa anterior, realizada em 2016, as doações chegaram a R$ 13,7 bilhões.

Dinheiro para igrejas

Quase metade dos doadores (49%) declarou ter doado para organizações religiosas, tanto para as igrejas diretamente quanto para projetos desenvolvidos por elas. Em seguida, aparecem doações a trabalhos dirigidos às crianças (42%) e aos pobres (28%).

Pouco mais da metade dos pesquisados (52%) realizou trabalho voluntário nos últimos 12 meses. Neste quesito, o apoio a organizações religiosas também liderou (40% ) e os jovens de 18 e 24 anos foram os que mais participam (39%).

Além da satisfação pessoal, outros motivos que levam o brasileiro a doar são a defesa de uma causa (41%) e a crença de que todos devem ajudar a resolver os problemas sociais (40%).

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários